PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Santos sofre, mas bate a Ferroviária em primeira vitória com Sampaoli

Siga o UOL Esporte no

Do UOL, em São Paulo

19/01/2019 18h59

O Santos estreou no Campeonato Paulista neste sábado (19), na Vila Belmiro, e não decepcionou seus torcedores. Com o técnico Jorge Sampaoli como principal novidade, o Peixe venceu a Ferroviária por 1 a 0, com gol de Jean Mota, destaque do duelo.

Leia mais:

Juca Kfouri e a "saudade" de Santos x Ferroviária de outros tempos
PVC: A piada do Santos e a goleada são-paulina

Sob o forte calor de Santos, a equipe da Baixada Santista encontrou dificuldades para furar a defesa da Ferroviária, que se fechou durante boa parte da partida. Com um time 'brigador' com 'a cara' de Sampaoli, o Santos conseguiu abrir o placar com Jean Mota e garantir um fim de semana mais tranquilo para a comissão técnica. O argentino, em sua estreia em jogos oficiais, mostrou-se muito inquieto à beira do campo.

Com a vitória sobre a Ferroviária, o Santos somou os primeiros pontos no Campeonato Paulista. Agora, o Peixe lidera o Grupo A da competição, com três pontos, seguido pela Ponte Preta, que entrou em campo neste sábado e empatou com o Oeste. Na próxima rodada, o Santos enfrenta o São Bento, na quinta-feira (24), fora de casa.

ANDRÉ ROCHA ANALISA A ESTREIA DO SANTOS NO PAULISTÃO

UOL Esporte

O melhor: Jean Mota

Ao lado de Victor Ferraz, Jean Mota foi o jogador mais participativo na partida contra a Ferroviária. Com Carlos Sánchez responsável pela armação das jogadas, Jean Mota teve liberdade para aparecer como 'elemento surpresa' na área e, no segundo tempo, abriu o placar para o Peixe. O meia aproveitou jogada lateral e bateu cruzado para levantar a torcida na Vila Belmiro. 

O pior: Élton

A defesa da Ferroviária conseguiu segurar o ataque do Santos até onde foi possível. Sob forte calor, os defensores enfrentaram um time muito rápido, e, no segundo tempo, viram Jean Mota abrir o placar em jogada de velocidade pelas laterais. Élton, principal nome da defesa da Ferroviária, foi quem mais sofreu com os ataques. 

Em sua estreia oficial, Sampaoli mostra variação tática 

Sampaoli já esteve no comando do Santos no empate com o Corinthians, em amistoso realizado na Arena. No entanto, sua estreia oficial aconteceu neste sábado, pelo Paulistão. Com um time 'brigador', Sampaoli, aos poucos, vai moldando o Peixe. 

Com dois jogadores fortes dentro da área (Felippe Cardoso e Yuri Alberto), Sampaoli liberou os laterais Victor Ferraz e Orinho para apoiarem a equipe nas jogadas ofensivas. Com isso, o cruzamento foi uma das principais armas do Peixe na partida.

Mais centralizado, Felippe Cardoso foi o jogador mais acionado da equipe no ataque. Um cabeceio para fora e uma bola espirrada dentro da área foram os principais lances de Cardoso no primeiro tempo. 

Vanderlei recebe apoio da torcida

O goleiro Vanderlei praticamente não trabalhou no primeiro tempo do duelo deste sábado. No entanto, o arqueiro foi o jogador mais celebrado pela torcida santista. O técnico Jorge Sampaoli já disse abertamente que gostaria de ter outro goleiro de calibre no elenco, e Vanderlei pode ter uma sombra no decorrer da competição. Éverson, do Ceará, é o principal desejo do clube da Baixada.

Com a bola em campo, Vanderlei foi bastante aplaudido quando tocou na bola. Aos 33 minutos do primeiro tempo, torcedores gritaram "Vanderlei é o melhor goleiro do Brasil". 

Mesmo sob forte calor, Santos pressiona a Ferroviária 

Nem mesmo o forte calor da Baixada Santista fez com que o Santos deixasse de lado seu novo estilo de jogo imposto por Sampaoli. Com Alison e Diego Pituca como volantes, o Peixe marcou pressão e não deixou a Ferroviária sair jogando com qualidade. Pelos lados, Jean Mota e Yuri Alberto também ajudaram na marcação avançada do Santos.

Quando o Peixe avançava, o volante Alison recuava e formava uma linha de três zagueiros, ao lado de Gustavo Henrique e Luiz Felipe, e dando liberdade para seus companheiros pressionarem. 

Santos insiste em jogadas laterais e é recompensado

No segundo tempo, o alto calor impactou diretamente no jogo. Com os jogadores mais desgastados em campo, o ritmo do jogo diminuiu drasticamente. Mandante, o Santos insistia nas jogadas laterais e era bloqueado pelos marcadores da Ferroviária. Victor Ferraz, com liberdade para avançar, era constantemente acionado, e buscava Felippe Cardoso na entrada da área.

Com a parada para hidratação aos 20 minutos da segunda etapa, Ferraz, líder do Peixe, aproveitou para conversar com Sampaoli e com seus colegas, pedindo maior organização.

Após a conversa entre os jogadores, o Santos voltou com o pé calibrado. Após jogada pela lateral esquerda, Felippe Cardoso dominou e Jean Mota, como elemento surpresa, mandou para o fundo das redes. 

Torcedores reforçam discurso de Sampaoli

Em entrevista coletiva nesta semana, o técnico Sampaoli afirmou desconhecer a dificuldade financeira do Santos antes de fechar com o clube. O técnico reforçou que ainda espera por reforços, e, neste sábado, ouviu a torcida do Peixe engrossar o discurso. Nas arquibancadas da Vila Belmiro, torcedores entoaram gritos pedindo reforços. 

Reforços ainda não estreiam

O Santos anunciou oficialmente apenas dois reforços nesta janela de transferências. O meia Yeferson Soltedo, ex-Huachipato-MEX, e o zagueiro Felipe Aguilar, ex-Atlético Nacional-COL, ainda não foram inscritos no Campeonato Paulista. 

Substituto de Bruno Henrique, Yuri Alberto é discreto

Bruno Henrique não se apresentou para a concentração do Santos neste sábado (19), irritou Sampaoli e não participou da estreia do Santos. O jogador, que tem contato avançado com o Flamengo, foi substituído pelo jovem Yuri Alberto. Em campo, Alberto foi discreto e pouco apareceu no ataque santista. No primeiro tempo, um cabeceio para fora, aos 11 minutos, foi seu melhor lance. Foi substituído por Arthur Gomes no intervalo.

FICHA TÉCNICA

Santos 1 x 0 Ferroviária

Data e horário: 19/01 de 2019, sábado, às 17h (de Brasília)
Local: Vila Belmiro, em Santos-SP
Árbitro: Vinicius Dias
Assistentes: Anderson Coelho e Bruno Salgado

Cartões amarelos: Pituca e Alison (Santos); Élton e Rodrigão (Ferroviária)

Gol: Jean Mota aos 33 minutos do segundo tempo (Santos)

Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Orinho; Alison, Diego Pituca (Copete) e Jean Mota (Yuri); Carlos Sánchez, Yuri Alberto (Arthur Gomes) e Felippe Cardoso
Técnico: Jorge Sampaoli

Ferroviária: Tadeu; Diogo Mateus, Elton, Rayan (Rodrigão) e Julinho; PH, Maurinho e Felipe Mateus; Felipe Ferreira (Uilliam), Tony e Lúcio Flávio
Técnico: Vinícius Munhoz

Futebol