Topo

Futebol


Oswaldia e alegria: técnico usa 14 revelações e já agrada mais que Muricy

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

18/03/2014 06h00

O técnico Oswaldo de Oliveira ainda não conquistou nenhum título pelo Santos, mas já consegue agradar mais que Muricy Ramalho, treinador que conquistou a Copa Libertadores da América de 2011 pelo clube. Isso porque Oswaldo superou as expectativas em relação a utilizar os “pratas da casa”. Em apenas dois meses, o treinador já testou 14 jogadores e outros setes estão na fila.

Torcedores e conselheiros, que disparavam críticas a Muricy e reclamavam que o treinador não “olhava para a base”, só são elogios ao técnico Oswaldo de Oliveira. O treinador nas redes sociais até ganhou o apelido de “oswaldia e alegria”, lembrando o lema utilizado por Neymar em sua passagem pelo Santos.

“O Oswaldo me surpreendeu favoravelmente. O Santos gastou muito tempo com um treinador de R$ 700 mil por mês, e o Oswaldo é absolutamente melhor. Para um clube revelador como o Santos, para o DNA ofensivo do clube, ele é muito mais necessário que o Muricy. Se perder, perde jogando pra frente. Ele é mais interessante, mais necessário, mais barato e mil vezes mais corajoso que o Muricy para revelar jogadores”, afirmou o conselheiro Celso Leite, um dos que mais defende a utilização dos atletas da base.

Oswaldo já aproveitou neste ano 14 atletas com idade entre 17 e 21 anos. Os zagueiros Gustavo Henrique e Jubal , os laterais Emerson Palmieri e Zé Carlos, os volantes Alan Santos, Lucas Otávio, os meias Leandrinho, Serginho e Léo Cittadini, os atacantes Gabriel Barbosa, Diego Cardoso, Stefano Yuri, Geuvânio e Victor Andrade.

“Essa é a nossa intenção aqui. A cada vez que eu tiver mais oportunidades de botá-los para jogar, de "quebrar a caixa" e ter um trabalho iniciado, vou fazer. Na medida em que a gente tiver oportunidade de fazer a promoção, melhor. Temos que acompanhar a formação deles com sensibilidade, para que eles aproveitem e amadureçam”, afirmou Oswaldo.

Além deles, Oswaldo de Oliveria já acenou que dará oportunidade a outros “pratas da casa”. Os candidatos mais fortes são: o volante Alison, o atacante Giva e os zagueiros Nailson e Paulo Ricardo. Os dois primeiros pela experiência, pois já foram titulares da equipe santista na temporada passada.

Já a dupla de zaga campeã da Copa São Paulo de Futebo Júnior deste ano poderá ter chances devido à necessidade no setor. O Santos perdeu Edu Dracena e Gustavo Henrique, que passaram por cirurgias ligamentares no joelho.

Além dos quatro, Oswaldo ainda pode utilizar mais três jogadores que foram promovidos ao elenco profissional: o goleiro Gabriel Gasparotto, o lateral direito Daniel Guedes e o meia-atacante Jorge Eduardo.

“Estou feliz com o meu trabalho. Acho que a minha maneira de ser e de trabalhar tem um casamento muito bom com o Santos. Gosto de futebol alegre. Todo brasileiro gosta, todos nós gostamos”, disse Oswaldo ao explicar os elogios da torcida nas redes sociais.

Oswaldo de Oliveira
Oswaldo de Oliveira
$escape.getHash()uolbr_tagAlbumEmbed('tagalbum','19154', '')

Futebol