PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Henrique consolida recuperação no Cruzeiro com título mineiro

Do UOL, em Belo Horizonte

14/04/2014 14h42

Em sua segunda passagem pelo Cruzeiro, Henrique conquistou o quarto título mineiro da carreira. Mas possivelmente o troféu deste ano será o mais lembrado pelo volante, que começou a competição apenas como opção no banco de reservas e terminou como titular e um dos destaques da equipe.

Depois de um 2013 apagado, Henrique comemorou a recuperação e as boas atuações no momento mais decisivo da temporada até o momento. O volante chegou a ser a sexta opção do técnico Marcelo Oliveira neste ano, mas aproveitou a brecha dada por Nilton, que pegou três jogos de suspensão na Libertadores, para cavar um lugar no time. 

"Entrei no time em um jogo onde iríamos jogar a Libertadores fora de casa precisando vencer, trabalhei para quando a oportunidade aparecesse e eu desse conta. Acho que venho crescendo junto com o grupo e mostrando meu trabalho. Espero continuar dessa forma para ajudar o Cruzeiro sempre", afirmou o meio-campista. 

Henrique teve a primeira chance diante da Universidad de Chile, quando foi eleito o melhor jogador em campo pela patrocinadora da Libertadores na vitória por 2 a 0. Desde então foi mantido na equipe e chegou ao seu quinto jogo seguido contra o Atlético-MG. Agora diante do Cerro Porteño, na próxima quarta-feira, às 22h, no Mineirão, ele completará 200 partidas com a camisa do Cruzeiro. 

Ele comemora a marca expressiva e o retorno depois de ficar tanto tempo se recuperando de duas cirurgias no púbis, que o deixou de fora dos gramados durante todo o primeiro semestre de 2013. "Feliz, Deus me deu força nos momentos difíceis que passei, dez meses parado por duas cirurgias, tive paciência para esperar a oportunidade, ela veio e quando veio estava pronto, ela apareceu e estou mostrando isso em campo", disse.

A reviravolta do meio-campista serve de inspiração até mesmo para outros companheiros, que hoje estão na reserva como o atacante Borges. O centroavante se machucou no início da temporada e agora está recuperando a melhor condição física. Ele espera retomar a posição de titular, que hoje pertence a Júlio Baptista.

"O nosso elenco é forte, hoje o treinador pode tirar qualquer um e colocar quem está de fora que vai dar conta do recado. Um cara que estou muito feliz é o Henrique, que não vinha jogando, nem mesmo sendo relacionado em alguns jogos, e foi fundamental para esse título, ajudou muito a equipe. Estou muito ansioso para voltar e sei que tenho condição de buscar meu lugar de volta", afirmou o atacante.

Para se manter na equipe, Henrique não poderá baixar o nível e, por isso, já começa a pensar no duelo da próxima quarta-feira e conta com o apoio dos torcedores para construir uma boa vantagem para o jogo de volta, que acontece no dia 30, em Assunção.

"Não tem nem tempo de comemorar, já tem que focar na Libertadores novamente porque são jogas decisivos. A torcida está sendo fundamental, é uma parceria grande aqui no Mineirão e espero que continue assim", ressaltou.

Futebol