PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Grêmio vê retorno do 'futebol bonito' e agora investe contra euforia

Time gaúcho venceu com autoridade no Equador e ficou muito próximo da final - Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Time gaúcho venceu com autoridade no Equador e ficou muito próximo da final Imagem: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Do UOL, em Porto Alegre

26/10/2017 07h52

A vitória fora de casa por 3 a 0 sobre o Barcelona-EQU, sem sofrer gols e correndo poucos riscos, fez o Grêmio entender que voltou a jogar o futebol que rendeu elogios no meio da temporada. Com Luan decisivo, Marcelo Grohe em alta e todos os setores ajudando no desempenho seguro, o time gaúcho abre nova fase na reta final da Copa Libertadores: conter a euforia do elenco.

O placar construído em Guayaquil, diante do Barcelona-EQU, é histórico. Nenhum outro time obteve resultado semelhante na semifinal de todas as edições da Libertadores até então.

"O Grêmio voltou a ser aquele Grêmio elogiado pela imprensa no meio do ano", opinou Renato Gaúcho na entrevista coletiva. "O nosso time jogou um excelente futebol. Retomamos o que fazíamos antes", concordou o lateral direito Edilson.

O fator histórico e o bom futebol apresentado só reforçam a missão do momento. A palavra de ordem, agora, é manter " a cabeça no lugar e os pés no chão". Mesmo que a vaga seja possível até com derrota por 2 a 0 na Arena do Grêmio, na próxima quarta-feira (01).

"Era importante fazer gol fora, independentemente do resultado. Fizemos três, ótimo. Mas tem outro jogo. Vamos conter a euforia, é Libertadores e do outro lado tem um time forte", disse Marcelo Grohe logo depois do jogo.

No vestiário do Monumental de Guayaquil, Renato Gaúcho já deu o sinal de alerta. Cobrou foco e concentração do elenco ao encarar, nas palavras do próprio treinador, o papel de psicólogo.

"Sempre falo que sou o psicólogo deles. Sempre foi assim, o ano todo. Não vai mudar. Já comecei a conversa no vestiário mesmo", afirmou o treinador. "Os nossos jogadores têm experiência para saber que o resultado foi extraordinário, mas não decidiu (o confronto). Eles já foram alertados de que temos mais um jogo para chegar à final", completou Odorico Roman, vice de futebol.

Nesta quinta-feira o Grêmio volta a Porto Alegre. No domingo, enfrenta o Avaí fora de casa pelo Brasileirão e provavelmente preservará a maioria dos jogadores considerados titulares pensando no duelo de quarta - quando tentará atestar que o bom futebol voltou e garantir a vaga na final da Libertadores.

Futebol