PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Torcida do Olimpia solta fogos e faz até macumba na porta do hotel do Atlético-MG

Hotel do Atlético-MG em Assunção foi alvo de torcedores do Olimpia nesta madrugada - Bernardo Lacerda/UOL
Hotel do Atlético-MG em Assunção foi alvo de torcedores do Olimpia nesta madrugada Imagem: Bernardo Lacerda/UOL

Bernardo Lacerda

Do UOL, em Assunção (Paraguai)

17/07/2013 09h32

A tática usada pelo Atlético-MG na partida de volta da semifinal da Libertadores, contra o Newells Old Boys, em Belo Horizonte foi usada contra o time na madrugada desta quarta-feira, em Assunção. Torcedores do Olímpia, rival da decisão, soltaram alguns fogos na proximidade do hotel onde o time está concentrado e chegaram a fazer até uma macumba na rua em frente ao local.

Apesar do forte esquema de segurança armado pela diretoria atleticana com funcionários do hotel, fazendo até mesmo uma barreira na portaria do local, para evitar contato de torcedores com os atletas, durante a madrugada foram ouvidos fogos estourando nas proximidades da concentração.

Uma macumba contra Ronaldinho Gaúcho foi deixada na frente do hotel, de acordo com a Fox Sports do Paraguai. Uma garrafa e uma boneca foram utilizados pelos torcedores para produzir a macumba que foi desfeita rapidamente por policiais paraguaios.

Os fogos de artifício começaram a serem soltos por volta de 4h30 da manhã. Porém, rapidamente policiais do país conseguiram interver e dispersar os torcedores que foram as proximidades do hotel atleticano.

Algumas pessoas no hotel atleticano ouviram os barulhos e acabaram acordando. Porém, segundo relatos, foram poucos fogos de artifício a estourarem, fato que não atrapalhou tanto a noite de sono da delegação atleticana.

No jogo de volta da semifinal da Libertadores, contra o Newells, a torcida atleticana deu trabalho para a Polícia Militar de Minas Gerais a passou grande parte da madrugada estourando fogos, apitando e buzinando na porta do hotel onde o time ficou hospedado. A situação causou transtorno e incomodou alguns jogadores do time argentino.

Desde a segunda-feira, quando chegou ao Paraguai, o Atlético adota um esquema grande de segurança para evitar contato com torcedores e este tipo de situação. O hotel escolhido fica ao lado da sede da Conmebol e conta com a presença de Policiais 24h e um esquema de segurança, que impede a aproximação de jornalistas e torcedores da entrada do local.

Futebol