PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Jair se empolga com Bota x Fla: "quanto mais difícil, mais comemorado"

Jair Ventura está empolgado com a possibilidade de chegar à final da Copa do Brasil - Vítor Silva/SSPress/Botafogo
Jair Ventura está empolgado com a possibilidade de chegar à final da Copa do Brasil Imagem: Vítor Silva/SSPress/Botafogo

Do UOL, no Rio de Janeiro

22/08/2017 20h36

O técnico do Botafogo, Jair Ventura, não consegue mais esconder a ansiedade com o jogo decisivo contra o Flamengo pela semifinal da Copa do Brasil. Após empate por 0 a 0 no duelo de ida, o Alvinegro avança à final com dois resultados: empate com gols ou vitória. Para isso, porém, terá que encarar o maior rival com o Maracanã lotado com a torcida adversária.

O equilíbrio recente não deixa dúvida: favoritismo não existe nesse momento. Botafogo vinha de melhores resultados, mas não conseguiu a vitória no Nilton Santos. O fato de não levar gols em casa é comemorado, mas a certeza em General Severiano é que não haverá vida fácil.

“Quanto mais difícil, mas comemorado. É nosso grande rival, mas que seja o clássico da paz. Rivalidade durante o jogo. Tivemos alguns incidentes fora de campo e que não se repitam. Foi um jogo muito ruim tecnicamente, as duas equipes foram muito abaixo. Por ser o segundo jogo, acredito em um jogo melhor e muito equilibrado”, disse Jair Ventura.

O Flamengo ainda não sabe se terá Guerrero e Berrío, que se recuperam de lesões. O técnico do Botafogo sabe que o momento é de dar algo a mais e acha difícil que esses atletas fiquem de fora. E justamente por isso faz um alerta ao time.

“O poder de decisão de grandes jogadores. Guerrero, que não sabemos se joga, o Diego, o Everton, que foi meu jogador aqui. É claro que lá tem trabalho. Mas os grandes jogadores desequilibram em algum momento. Essa é a situação que preocupa. O Vinícius Jr. é um jogador diferenciado. Até por isso já foi vendido. Os valores individuais são o grande pesadelo do treinador adversário”, finalizou Jair.

Futebol