PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Diretoria do Coritiba cobrou elenco e pode anunciar mudanças até sexta

Manutenção de Baptista divide a diretoria após 17 jogos com o treinador - Reprodução/TV Coxa
Manutenção de Baptista divide a diretoria após 17 jogos com o treinador Imagem: Reprodução/TV Coxa

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL

06/08/2018 15h59Atualizada em 06/08/2018 17h44

A diretoria do Coritiba esteve reunida na manhã desta segunda (06) para discutir o futuro do departamento de futebol do clube na temporada 2018 e a possibilidade de mudanças antes do jogo contra o Sampaio Correia na próxima sexta-feira (10) ganhou corpo. Insatisfeitos com o desempenho da equipe na Série B, com o oitavo lugar no encerramento do primeiro turno, os diretores do Coxa se dividem sobre a manutenção ou saída do diretor de futebol Augusto Oliveira, o gerente Pereira e o técnico Eduardo Baptista.

No G5 de Samir Namur, há insatisfação com todos o desempenho dos profissionais, mas não há ainda unanimidade sobre em quem mexer. O técnico Eduardo Baptista é um dos mais cobrados. Com ele, o time fez 17 jogos, com seis vitórias, sete empates e quatro derrotas. O time está a dois pontos do Atlético-GO, quarto colocado, mas as atuações descontentaram parte da diretoria, que discute a troca no comando.

Da mesma maneira, o gerente de futebol Pereira é visto como um profissional que não encaixou na nova filosofia do clube. A ideia de que um ex-jogador com identidade com o Coritiba pudesse fazer a ligação da direção com os atletas não deu certo na prática, na visão de parte do G5. Na última quinta-feira (02) a diretoria esteve no treinamento antes da derrota para o Fortaleza (2 a 1), cobrando o elenco. Pereira é visto por alguns diretores como alguém que deveria fazer esse papel junto aos jogadores sem a necessidade da presença constante da direção.

Em contato com o UOL Esporte, via assessoria de imprensa, o presidente Samir Namur afirmou que essa não é a opinião pessoal dele.

Até mesmo o diretor de futebol Augusto Oliveira está pressionado, apesar das seguidas defesas públicas do presidente Namur por seu trabalho. Namur defendeu em seguidas publicações oficiais que as contratações do clube são opções divididas entre Oliveira e a diretoria, mas a insatisfação da torcida com os nomes que chegaram – e o rendimento deles – tem repercutido diretamente na imagem do presidente.

Há um entendimento de que o Coritiba tem boas chances de vencer o Sampaio Correia em casa e retornar ao G4 da Série B ainda na 19ª rodada da competição, também por conta dos confrontos diretos entre Avaí (7º) x Vila Nova (3º), Guarani (5º) x Fortaleza (1º) e Goiás (9º) x CSA (2º), que poderiam deixar a classificação embolada. Entretanto, a diretoria avalia se os resultados não poderiam encobrir novamente a insatisfação com as atuações e a irregularidade da equipe na busca pelo acesso à primeira divisão.

Esporte