PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Renato culpa desatenção e falta de experiência em empate do Grêmio

Do UOL, em Porto Alegre

29/10/2017 21h43

Renato Gaúcho gostou da atuação do time reserva do Grêmio diante do Avaí, neste domingo (29), fora de casa. Mas para o treinador, o empate em 2 a 2 foi definido em desatenção da defesa em lance que foi alertado antes da bola rolar. Além disso, o técnico citou a falta de experiência da equipe suplente para segurar a vitória no duelo da 31ª rodada do Brasileirão.

O empate mantém o Grêmio como quarto colocado, com 51 pontos, mas desagradou pela atuação do primeiro tempo. Foi na etapa inicial que o Tricolor jogou melhor e fez dois gols.

"Infelizmente a gente deu mole nos dois gols, eu venho cobrando eles sobre isso. Mas tudo bem, mesmo assim valeu pelo empenho. Dedicação. Gostei especialmente do primeiro tempo. Tomamos dois gols por falha nossa, desatenção. Mas pelo contexto, adversário brigando contra o rebaixamento, foi bom", disse Renato Portaluppi.

A grande novidade na escalação foi Kaio. O volante de origem, lateral esquerdo no segundo tempo do jogo contra o Palmeiras, atuou tal qual Ramiro no time titular. Aberto pela direita na linha de três do meio-campo. Ele marcou o segundo gol surgindo como elemento surpresa na área. A presença dele fez o Grêmio ter um time mais jovem e essa característica também pesou no resultado final, segundo Renato.

"Aí também fica difícil em termos de experiência. A falta de experiência nessa hora pesa bastante. Mesmo assim tivemos a bola do jogo, com o Michel quando estava 2 a 1. Bola belíssima do Jael. Ele escolheu o canto, se tivesse entrado teríamos vencido. Além do mais, tivemos um gol anulado do Bressan. No mais, o Grêmio deixou escapar a vitória", comentou.

Na próxima rodada o Grêmio recebe o Flamengo, às 17h (Brasília). Mas antes, na quarta-feira, o Tricolor pega o Barcelona-EQU no segundo jogo da semifinal da Copa Libertadores. Na partida de ida, em Guayaquil, o time gaúcho fez 3 a 0.

Esporte