PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Robinho decide o clássico com golaços e torcida faz campanha por renovação

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

22/10/2017 18h59

Em um mês tudo mudou para Robinho. Então reserva com Rogério Micale e vaiado por parte da torcida do Atlético-MG, o atacante volta a viver um ótimo momento com o atleticano. Autor e dois dos três gols do Galo no clássico com o Cruzeiro, os gols que garantiram a vitória alvinegra, o atacante ganhou uma campanha dos torcedores, ainda com a bola rolando no Mineirão: #RenovaRobinho.

Aos 21 minutos do segundo tempo o Atlético puxou contra-ataque com o lateral Fábio Santos, que desarmou o rival cruzeirense. O camisa 6 passou a bola para Robinho, que esbanjou categoria para virar o clássico. O atacante tirou Henrique da jogada e bateu no banco esquerdo de Fábio, sem chances para o goleiro celeste.

Bastou o gol da virada para que a campanha ganhasse força entre os torcedores atleticanos no Twitter e demais redes sociais. Festa que ficou completa aos 35 minutos da etapa final, com o segundo gol de Robinho no clássico, o terceiro do Atlético. Com o 3 a 1 no placar, o time alvinegro praticamente garantiu o triunfo sobre o Cruzeiro.

“É sempre bom fazer gols, ainda mais em clássico. A torcida merece. Em primeiro lugar eu dedico os gols para a minha família e depois para a torcida atleticana”, declarou Robinho, ao Premiere.

Como Robinho tem contrato com o Atlético somente até dezembro. Como o atacante estava muito mal, uma renovação de contrato era tida como improvável, apesar do desejo do jogador em seguir na Cidade do Galo. Com mais uma boa atuação, desde a chegada de Oswaldo de Oliveira, no final de setembro, Robinho tem reconquistado a torcida atleticana.

Desde a troca no comando técnico, o atacante foi titular em todos os cinco jogos com Oswaldo. E já são quatro gols marcados. Dois contra o Atlético-PR e dois contra o Cruzeiro. Aliás, Robinho foi um carrasco do rival na temporada 2017. Além dos gols no clássico deste domingo, o camisa 7 também marcou na final do Mineiro, quando o Atlético venceu por 2 a 1 e ficou com o título.

Esporte