PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Coritiba x Santos: encontro de rostos conhecidos e parceria histórica

No primeiro turno, Vanderlei brilhou pelo Peixe contra o ex-clube - Marcello Zambrana/AGIF
No primeiro turno, Vanderlei brilhou pelo Peixe contra o ex-clube Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Napoleão de Almeida e Samir Carvalho

20/08/2017 04h00

Responda de cabeça: quantos jogadores você, santista ou coxa-branca, já viu defenderem os dois clubes?

O zagueiro Cléber será apenas mais um jogador que se juntará a tantos que defenderam Coritiba e Santos, adversários neste domingo, 19h, no Couto Pereira. O mais conhecido atualmente é Vanderlei, campeão paranaense cinco vezes com a camisa alviverde, negociado com o Peixe, por quem ganhou dois Paulistões.

A lista atual ainda tem Victor Ferraz, Leandro Donizete, Alan Santos, Keirrison, Neto Berola, Thiago Carleto e Werley e deve ser engrossada por Rafael Longuine nos próximos dias. Mas não é de hoje que Coxa e Santos se relacionam nos bastidores. A ligação mais forte vem de um nome histórico do clube paranaense.

Evangelino, um santista coxa-branca

Evangelino Neves - Comunicação Coritiba FC - Comunicação Coritiba FC
Evangelino, nascido em Santos, lenda do Coritiba
Imagem: Comunicação Coritiba FC

Considerado o maior presidente da história do Coritiba, campeão brasileiro em 1985 e vencedor de 10 estaduais nas três passagens que teve pelo clube, Evangelino da Costa Neves era santista, pelo menos de nascimento. Como predileção, consta que era torcedor da Portuguesa Santista até se mudar para Curitiba aos 19 anos. Adotou o Coxa e revolucionou o clube, estabelecendo uma hegemonia no futebol local.

Boa parte daquele sucesso se deve ao Santos. “Ele sempre teve ligações com o Santos. Era amigo de vários dirigentes que se criaram com ele, e facilitou a transação de jogadores”, relembra o jornalista Carneiro Neto, biógrafo de Evangelino. Jogadores como Oberdan e Joel Mendes foram à Vila Belmiro nos anos 70, enquanto que o Coxa recebeu nomes como Negreiros, Vernek e Hermes, que brilharam no Couto Pereira.

“Ele tinha muita facilidade com o Athiê Jorge Coury e Modesto Roma (ex-presidentes, o segundo é pai do atual mandatário do Santos). Fizeram boas negociações. Ele era meio mulato, meio praieiro, tinha aquele jeitão de santista”, conta Carneiro.

Modesto Roma Júnior tenta se inspirar na parceria de sucesso entre o seu pai, Modesto Roma, e o presidente histórico do Coxa Evangelino. Ele e o atual presidente do time paranaense, Rogerio Portugal Bacellar, tem realizado diversas transações no departamento de futebol.

Além dos já adaptados Vanderlei e Victor Ferraz, que deixaram o Coritiba e viraram titulares absolutos do Santos, o presidente do alvinegro colaborou bastante para reforçar o time paranaense. Nesta semana, o Coxa contratou o zagueiro Cleber e vai oficializar o meia-atacante Rafael Longuine, recomendado pelo técnico do Peixe, o curitibano Levir Culpi.

"O Marcelo Oliveira me ligou, conversamos sobre os jogadores. Na década de 70, eu era juvenil do Coritiba e muitos do Santos foram para lá. Marcaram época lá. É uma sincronia que dá certo, tomara que os dois (Cleber e Longuine) possam fazer um trabalho parecido. É uma tradição (troca de atletas). Já convidei para irem no restaurante (de propriedade de Levir Culpi em Curitiba)”, contou o técnico santista.

O Santos pagará R$ 100 mil para que o zagueiro jogue no Coritiba por empréstimo até o fim desta temporada. O Coxa arcará com o restante do ordenado do atleta, que recebia cerca de R$ 250 mil mensais na Vila Belmiro. O defensor chega para preencher a lacuna deixada por Juninho, negociado com o Palmeiras. No caso de Longuine, os paranaenses bancarão todo o ordenado.

Ricardo Oliveira é vetado e Levir relaciona Nilmar

Inicialmente, Levir Culpi havia dito que Nilmar não viajaria com a equipe para enfrentar o Coritiba. No treino de sábado, porém, a situação mudou. Depois de uma pancada nas costas, Ricardo Oliveira deixou a atividade de maca e acabou vetado pelo Departamento Médico. Com isso, Nilmar foi relacionado pela primeira vez.

CORITIBA X SANTOS

Data: 20 de agosto de 2017, domingo
Horário: 19h (de Brasília)
Motivo: 21ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR)

Árbitro: Sandro Meira Ricci (SC)
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho e Marcelo Carvalho Van Gasse (SP)

CORITIBA:

Wilson; Léo, Márcio, Luizão (Walisson Maia) e William Matheus; João Paulo, Alan Santos, Matheus Galdezani e Thiago Carleto; Neto Berola e Alecsandro.
Técnico: Marcelo Oliveira.

SANTOS:

Vanderlei, Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Zeca; Alison, Léo Cittadini (Renato) e Lucas Lima; Copete, Bruno Henrique e Kayke (Nilmar).
Técnico: Levir Culpi.

Esporte