PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Ruim para os dois: Santos e Fluminense não saem do 0 a 0 no Pacaembu

Dourado contra o Santos - Ale Cabral/AGIF - Ale Cabral/AGIF
Imagem: Ale Cabral/AGIF

Do UOL, no Rio de Janeiro

14/08/2017 21h53

Santos e Fluminense proporcionaram um bom espetáculo para os pouco mais de 22 mil torcedores que foram ao Pacaembu. Ainda que as equipes não tenham saído do 0 a 0, a partida foi bem disputada e com bons lances de ambos os lados.

Espetáculo à parte, o 0  a 0 não foi bom para as pretensões das duas equipes no Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o Santos permaneceu na 3ª colocação, mas perdeu a chance de colar no Grêmio, vice-líder da competição. O Fluminense caiu para a 10ª colocação e não conseguiu colar no grupo dos times que vão à Copa Libertadores.

O Santos visita o Coritiba, domingo, às 19h, no Couto Pereira. Já o Fluminense joga mais uma vez na segunda-feira. A equipe recebe o Atlético-MG, 20h, no Maracanã.

Bem jogado

Com duas equipes que têm por característica a boa técnica, Santos e Fluminense fizeram um bom primeiro tempo no Pacaembu.

Ainda que o gol não tenha saído, paulistas e cariocas disputaram um jogo com pouquíssimas faltas e bom ritmo. Os donos da casa colecionaram as melhores oportunidades da etapa inicial, e o goleiro Júlio César fez ótima defesa em chute de Léo Cittadini. O Flu, por sua vez, se ressentiu de um homem para auxiliar Gustavo Scarpa na armação.

Com o camisa 10 isolado, o Flu, ainda que tenha ficado bastante com a bola, teve dificuldades para furar o bloqueio santista. Desta forma, o Tricolor cercou, cercou, mas não ofereceu perigo real a Vanderlei.

Faltou o gol

As equipes voltaram ao gramado do Pacaembu dispostos e vencer a partida. Com uma equipe mais incisiva, o Fluminense teve maior presença no campo santista.

A subida de produção de Wellington Silva foi determinante para que o Flu levasse mais perigo. Além disso, ele "prendeu" Victor Ferraz atrás. Mais agressivo, o Tricolor acertou a trave com Wendel, após belo passe de Dourado.

A partida seguiu disputada em ritmo acelerado e a torcida santista empurrou o time, que tentou incessantemente o gol. Apesar das tentativas, o 0 a 0 frustrou tricolores e santistas. Um resultado ruim para a tabela, mas justo pelo que foi apresentado em campo.

Os melhores

lucas lima - Daniel Vorley/AGIF - Daniel Vorley/AGIF
Imagem: Daniel Vorley/AGIF

Coincidência ou não, os dois camisas 10 em campo foram os melhores de suas equipes. Pelo lado do Santos, Lucas Lima foi o responsável por clarear as melhores jogadas de ataque do Peixe. Mesmo que um pouco abaixo do rival, o tricolor Gustavo Scarpa também foi o responsável por distribuir as melhores bolas no Flu.

Realidades opostas

Com um elenco para lá de enxuto, o técnico Abel Braga mandou a campo um time com o que tem de melhor no momento. Já Levir Culpi se deu ao luxo de poupar alguns de seus principais jogadores. Como exames apontaram riscos de lesões, o técnico deu descanso a David Braz, Bruno Henrique e Copete.

Duelo particular

Tido por muitos como o melhor goleiro do Brasil e famoso por ser um grande pegador de pênaltis, o goleiro Vanderlei teve como rival o atacante Henrique Dourado, vice-artilheiro do Brasileiro e exímio cobrador de penalidades. Durante os 90 minutos, o camisa 9 concluiu apenas uma vez no gol.

Gesto

Assim como ocorreu no Moisés Lucarelli e na Ilha do Retiro, o técnico Abel Braga também recebeu o conforto da equipe adversária. Antes de a bola rolar, o time inteiro do Santos se reuniu para abraçar o treinador. O treinador também teve seu nome gritado pelos santistas.

Alçapão

A Vila Belmiro é a casa santista, mas o Pacaembu tem sido um excelente lar para a equipe, que não perde no estádio desde abril de 2014. Contra o Flu, o Peixe fez sua quinta partida pelo Brasileiro no local. São três vitórias e dois empates.

Números

No confronto histórico, o Flu leva pequena vantagem sobre o Peixe. Em 95 partidas, foram 38 vitórias, 20 empates e 37 derrotas, com 157 gols marcados e 153 sofridos pela equipe carioca.

Ficha Técnica

Santos 0 x 0 Fluminense

Cartões amarelos: Marlon Freitas e Henrique Dourado (Fluminense); Alison (Santos)
Data e horário: 14/10/2017
Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo-SP.
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)
Auxiliares: Bruno Raphael Pires e Leone Carvalho Rocha (ambos de GO)

Santos: Vanderlei, Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique, Zeca; Alison, Léo Cittadini, Lucas Lima; Thiago Ribeiro (Lucas Crispim), Ricardo Oliveira (Kayke) e Vladimir Hernández (Jean Mota).
Técnico: Levir Culpi.

Fluminense: Júlio César; Lucas, Renato Chaves, Henrique e Léo; Orejuela, Marlon Freitas, Wendel e Scarpa (Robert); Wellington Silva (Marcos Júnior) e Henrique Dourado (Pedro).
Técnico: Abel Braga.

Esporte