PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Celso Roth se despede e diz que demissão foi de 'comum acordo'

Celso Roth durante treinamento do Inter, no CT do Parque Gigante - Ricardo Duarte/Divulgação SC Internacional
Celso Roth durante treinamento do Inter, no CT do Parque Gigante Imagem: Ricardo Duarte/Divulgação SC Internacional

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

17/11/2016 23h43

Celso Roth chegou rapidamente para se manifestar após a confirmação de sua demissão do Internacional. Em breve comentário, fez questão de dizer que a saída foi de 'comum acordo' e que de longe torcerá pelo time. 

"Só para não ficar no ar, resolvemos tomar uma atitude de comum acordo. Queria dizer que infelizmente a decisão foi essa. Agradeço a direção do Inter e achamos melhor que neste momento o Inter tomar esta atitude. Torço para que tudo se encaminhe da melhor forma possível", afirmou o técnico. 

Roth falou por menos de dois minutos e não abriu margem para perguntas. Segundo o vice de futebol, Fernando Carvalho, a opção pela demissão se dá, também, pela relação com os torcedores, que vaiavam Celso Roth repetidamente. 

O dirigente ainda fez questão de dizer que um novo treinador será anunciado em no máximo 24 horas. Dois nomes são cotados de pronto: Lisca e Antonio Carlos Zago. 

Celso Roth encerra sua terceira passagem pelo Inter com 22 jogos, foram 6 vitórias, 6 empates e 10 derrotas, totalizando 36% de aproveitamento.

A queda de Roth aconteceu em seguida do empate em 1 a 1 com a Ponte Preta, que manteve o Inter na zona de rebaixamento e gerou grande protesto da torcida. Cerca de 50 aficionados entraram em confronto com a Brigada Militar nos arredores do estádio vermelho depois do jogo. 

 
 

Esporte