PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Dorival reconhece atuação ruim, mas ressalta: "poucos times ganharam aqui"

Do UOL, em São Paulo

23/10/2016 22h34

O Santos sofreu para vencer a Chapecoense na noite deste domingo. Fez 1 a 0 após uma lambança do time catarinense e depois ‘parou de jogar’, transformando o goleiro Vanderlei no principal nome da partida. Em entrevista coletiva pós-jogo, Dorival Júnior reconheceu o ‘sofrimento’ da equipe, mas também destacou o outro lado da moeda: poucas equipes conseguiram vencer na Arena Condá – além do Santos, só Vitória, Flamengo e Corinthians.

“Foi um jogo difícil, complicado. Poucas equipes ganharam aqui, como poucas ganharam do Botafogo no Rio. Alcançamos uma recuperação em relação ao meio de semana, quando tivemos um dissabor [eliminação para o Internacional na Copa do Brasil]. Lá, jogamos com posse de bola e não conseguimos o resultado. Aqui, foi ao contrário e conseguimos o resultado importante para o campeonato”, comemorou o treinador.

Dorival Júnior ainda analisou o desempenho do Santos dentro da partida e reconheceu a superioridade da Chapecoense, que finalizou 19 vezes e exigiu boas defesas de Vanderlei.

“A partir de um momento, não conseguimos mais ter a bola. Sofremos, sim, mas soubemos suportar, administrar. Tivemos a consciência de trabalhar a bola no campo defensivo. Naturalmente, tivemos dificuldades. O futebol é assim: quando não encontramos um caminho, temos de ir para o outro. De repente, as coisas se inverteram”, completou.

Na cola do G-3, o Santos volta a campo no próximo sábado para encarar o Palmeiras em clássico que acontece na Vila Belmiro, às 19h30, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Esporte