PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Semana decisiva do Cruzeiro vale "mão na taça" e final em apenas 5 dias

Do UOL, em São Paulo

03/11/2014 10h28

A maratona de jogos decisivos do Cruzeiro apresenta uma semana decisiva que pode aproximar o time de Belo Horizonte do sonho da "tríplice coroa" (três títulos ano ano). Em apenas quatro dias, os atuais campeões mineiros podem assegurar vaga na final da Copa do Brasil e praticamente selar o título da Série A.

Nesta altura da temporada, os cruzeirenses encaram o desgaste da rotina de duas decisões semanais para tentar repetir a façanha da temporada 2003, quando conquistaram Campeonato Mineiro, Série A e Copa do Brasil.

As decisões desta semana começam pela Vila Belmiro, na noite de quarta-feira. Com vantagem parcial na semifinal contra o Santos, a equipe de Marcelo Oliveira joga por um empate ou vitória para avançar à final. Até uma derrota pode interessar ao Cruzeiro, caso seja por um gol de diferença e o time anote pelo menos uma vez como visitante.

Quatro dias depois o Cruzeiro volta a seus domínios, para enfrentar o Criciúma, em compromisso da 33ª rodada do Brasileiro. Contra o pior time do campeonato até aqui, os líderes jogam pelo triunfo e ainda secam o rival São Paulo, que atua fora de casa diante do Vitória. Uma combinação ideal de resultados deixaria os mineiros com 8 pontos de vantagem na tabela, restando então cinco partidas a disputar (15 pontos disponíveis).

As duas partidas da final da Copa do Brasil estão agendadas pela CBF para os dias 12 e 26 de novembro. Ou seja, depois do desfecho do torneio ainda restarão mais duas rodadas da Série A. Portanto, caso seja finalista, o Cruzeiro tentará arrematar o título brasileiro com antecedência para eventualmente encarar o mata-mata com foco exclusivo.

"Estamos trabalhando em um clube de muita tradição e conquistas, precisa trabalhar cada jogo como uma decisão, tem sido assim todo o ano, esta é a nossa expectativa, estar ainda mais unido, mais focado, o nosso ideal ser igual. A gente sabe que vamos enfrentar adversários de muita qualidade", ressaltou o técnico Marcelo Oliveira.

No último final de semana, o Cruzeiro derrotou o Botafogo por 2 a 1, com gols de Marquinhos e Egídio. O time completou a 27ª rodada na liderança, igualando marca de 2006 do São Paulo, que até então detinha o recorde de maior período no topo.

Contra os cariocas, Marcelo Oliveira preservou o meia-atacante Ricardo Goulart, que vem de uma série de lesões. Júlio Baptista acabou indo para campo em seu lugar. A intenção foi preservar o titular para as partidas decisivas desta semana, diante de Santos e Criciúma. 

Esporte