PUBLICIDADE
Topo

Surfe 360°

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Seleção Brasileira escalada e pronta para buscar títulos no Mundial Júnior

Ryan Kainalo, um dos representantes do Brasil em El Salvador - WSL
Ryan Kainalo, um dos representantes do Brasil em El Salvador Imagem: WSL
Thiago Blum

É jornalista esportivo desde 1992, mas acompanha o surfe há quatro décadas. Trabalhou por 19 anos na ESPN e atualmente é editor de esportes do Jornal da Band. Cobriu cinco Copas do Mundo e cinco edições dos Jogos Olímpicos.

Colunista do UOL

26/05/2022 19h04

Tudo pronto para mais um mundial.

Desta vez, o 'ISA World Junior Champinship', que rola desta sexta até o dia 5 de junho, nas ondas de La Bocana e El Sunzal, em El Salvador.

A 18ª edição do evento - primeiro desde 2019 por causa da pandemia - terá mais de 400 atletas de 45 nações, de olho nas medalhas individuais e por equipe. Número recorde de participantes, com a estreia de dois países, Tailândia e Senegal.

O Brasil, como sempre, vai forte. 12 nomes, divididos nas categorias sub18 e sub16, no masculino e feminino.

A convocação foi feita com atenção ao limite de idade de 16 anos e 18 anos para cada categoria, até o dia 31 de dezembro de 2022.

Por ter estourado o limite de idade, a campeã brasileira Tainá Hinckel não pode ser chamada.

laura - WSL - WSL
Laura Raupp, durante campeonato em Florianópolis no ano passado
Imagem: WSL

Eis o time:

sub16 - Feminino
Sophia Gonçalves (SP)
Isabelle Nalu (SC)
Laura Raupp (SC)

sub16 - Masculino
Rafael Barbosa (RN).
Guilherme Fernandes (SP)
Lukas Camargo (PR)

sub18 - Feminino
Maya Carpinelli (SC)
Kiany Hyakutake (SC)
Nairê Marquez (SP)

sub18 - Masculino
Caio Costa (SP)
Ryan Kainalo (SP)
Leo Casal (SC)

"Essa onda de El Salvador é mágica, é muito boa. Treino muito bom para aperfeiçoar a linha. Minha preparação foi igual para todos os campeonatos, entrando com confiança. Eu venho de uma sequência muito forte, me sinto preparado. E esse evento tem uma importância muito grande, pois tem calibre mundial e muita gente importante de olho em nós. Eu vou conhecer pessoas que devo encontrar várias vezes em torneios ao longo da carreira", diz Ryan Kainalo, um dos principais nomes do time.

ISA - divulgação/CBSurf - divulgação/CBSurf
ISA World Junior Championship 2022, El Salvador
Imagem: divulgação/CBSurf

"Estamos buscando oferecer a esses atletas todo o suporte que precisam. Com uma comissão técnica multidisciplinar, proporcionaremos além de uma excelente estrutura, a oportunidade deles receberem o máximo de informações de qualidade, para que possam se preparar da melhor maneira possível para a próxima fase da carreira que estão para ingressar", declara Luiz 'Pinga' Campos, diretor de Desenvolvimento e Alto Rendimento da CBSurf, que irá capitanear a seleção brasileira no mundial.

Comissão Técnica A Comissão Técnica da Seleção Brasileira Júnior é formada por Luiz Campos (chefe de equipe e treinadores), Andrea Lopes (técnica feminino), Gilmar Silva (técnico masculino), Eduardo Takeuchi (preparador físico), Dr. Pedro Guimarães (médico), Julio Bransford (massoterapeuta) , Dra. Maria Lucia Contreras (psicóloga), Marcelo Pelosini (vídeo) e Daniel Cruz (vídeo).

nalu - Sebastian Rojas - Sebastian Rojas
Bela Nalu, durante evento na Praia da Grama no ano passado
Imagem: Sebastian Rojas

De acordo com Flávio "Teco" Padaratz, recém eleito presidente da Confederação, a categoria júnior e o seu desenvolvimento é um dos pilares da nova gestão.

"Temos um celeiro enorme de atletas e é justamente nas categorias de base que buscaremos manter o protagonismo no surfe mundial. No 'Mundial ISA Júnior', em El Salvador, nossa equipe terá toda a estrutura necessária pra que os atletas representem o Brasil em altíssimo nível e possam trazer medalhas".

por @thiago_blum / @surf360_