PUBLICIDADE
Topo

Surfe 360°

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Medalhas? Ficaram para Tóquio!

Surfista brasileiro Ítalo Ferreira - Divulgação/CBSurfe
Surfista brasileiro Ítalo Ferreira Imagem: Divulgação/CBSurfe
Thiago Blum

É jornalista esportivo desde 1992, mas acompanha o surfe há quatro décadas. Trabalhou por 19 anos na ESPN e atualmente é editor de esportes do Jornal da Band. Cobriu cinco Copas do Mundo e cinco edições dos Jogos Olímpicos.

Colunista do UOL

03/06/2021 13h33

Resumo da notícia

  • Com desistências de Italo Ferreira e Filipe Toledo, Brasil se despede do ISA World Surfing Games
  • Gabriel Medina e Tati Weston-Webb já tinham abandonado a competição que reuniu atletas de 51 países
  • Com teste positivo de Covid-19, Silvana Lima não competiu em El Salvador
  • Time brasileiro para Olimpíada está definido desde o final de 2019
  • Silvana Lima, Tati Weston-Webb, Gabriel Medina e Italo Ferreira vão representar o Brasil em Tóquio
  • Surfe estreia como esporte olímpico nos jogos; baterias estão marcadas entre 25 e 28/7

Acabou a participação do Brasil no ISA World Surfing Games.

Não foi como se esperava, mas dá pra entender.

Por motivos bem distintos, os representantes do time verde e amarelo deixaram a competição... um a um.

A primeira baixa foi Silvana Lima.

A veterana cearense testou positivo para Covid-19 antes do evento, precisou ficar isolada e perdeu a chance de esquentar as turbinas para a Olimpíada de Tóquio, já que está com a vaga garantida desde o final de 2019.

Sobraram então, 5 nomes para subir no pódio em El Salvador.

Mas...

As chances aos poucos foram diminuindo.

Para o carimbo oficial do passaporte para o Japão, a presença no torneio era obrigatória mesmo para quem já tinha classificação prévia.

Gabriel Medina e Tati Weston-Webb cumpriram a missão. Disputaram a primeira bateria nas ondas de El Sunzal e La Bocana.

E aí... por causa do surto de Covid antes do início da festa mundial... e com o cartão batido... decidiram deixar a América Central.

Filipe Toledo - Divulgação/CBSurfe - Divulgação/CBSurfe
Filipe Toledo, surfista brasileiro
Imagem: Divulgação/CBSurfe

Ficaram 3.

Júlia Santos, que completou o time feminino, foi a única que se despediu competindo.

Não achou boas ondas, primeiro caiu para repescagem e em seguida, por causa de uma interferência, acabou eliminada.

Italo Ferreira e Filipe Toledo tiveram caminhos um pouquinho diferentes.

O campeão mundial - super garantido para os jogos de Tóquio - estava indo bem demais, a caminho das finais.

Mas achou que estava tirando a chance e outros atletas, e deixou o evento já mirando o futuro.

"É o sonho de todo atleta poder representar o seu país na Olimpíada. Vamos ampliar ainda mais o alcance e a potência do surfe e mostrar o nosso esporte ao mundo. Saio daqui de El Salvador com a sensação de dever cumprido e muito feliz com a recepção de todos".

Filipinho seguiu a decisão do parceiro.

Na nota oficial, a CBSurf, responsável pela delegação, escreveu:

"Em função dos resultados da equipe e visando o melhor cenário para a continuidade da temporada dos atletas, a Seleção Brasileira de Surfe se despediu do ISA World Surfing Games 2021, com as quatro vagas olímpicas confirmadas e com a certeza de que todos os envolvidos, atletas e oficiais se dedicaram ao máximo e realizaram um excelente trabalho frente a todos os desafios encontrados dentro e fora da água. A delegação brasileira permanecerá em El Salvador até o dia 7 de junho, tirando proveito da excelente estrutura física e de serviços montada para esta missão. Silvana Lima, Italo Ferreira, Gabriel Medina e Tatiana Weston-Webb carimbaram o passaporte e vão formar o time brasileiro na estreia do surfe nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em Shidashita, Já o Mundial da ISA segue até este domingo em El Salvador e ainda vai definir as últimas 12 vagas restantes para as Olimpíadas".

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL