PUBLICIDADE
Topo

Rodrigo Coutinho

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Manter Gustavo Scarpa precisa ser uma das prioridades do Palmeiras

só para assinantes
Rodrigo Coutinho

Rodrigo Coutinho é jornalista e analista de desempenho. Acredita que é possível abordar o futebol de forma aprofundada e com linguagem acessível a todos.

Colunista do UOL

06/07/2022 04h00

Contratado pelo Verdão para a temporada 2018, Gustavo Scarpa viveu altos e baixos nos quatro anos e meio que tem no clube. Depois da chegada de Abel Ferreira, assim como diversos outros jogadores do elenco, se estabilizou, e prova a cada partida sua importância. Ainda não há acordo de renovação divulgado. Como seu vínculo acaba em dezembro, já pode assinar pré-contrato com outro clube.

Abel Ferreira já se manifestou publicamente de forma favorável à permanência. Pudera! Sua taxa de participações nos gols marcados é alta. A cada dez vezes que o Palmeiras põe a bola na rede, em três há a contribuição decisiva do camisa 14, seja com a assistência ou com o gol. Sabe-se que o clube conversa com o jogador para que ele estenda a sua permanência, e os valores parecem ser um entrave até aqui.

Scarpa declarou que tem vontade de atuar no futebol europeu. Com 28 anos e sem nunca ter feito esse movimento na carreira, é compreensível que tenha esse desejo, mas há uma distância imensa entre o objetivo e a concretização. Por mais que tenha alguns anos em alto nível pela frente, clubes de grandes ligas não buscam atletas com tal idade por aqui, principalmente se ele não teve essa experiência antes.

Atuar numa liga periférica do continente europeu não parece ser tão inteligente na gestão da carreira de Scarpa neste momento. Está em evidência. É titular do melhor time da América do Sul neste momento. Se destaca em cobranças de faltas e escanteios, no último passe, inversões de jogo, cruzamentos, nos arremates de média distância, e por já ter feito diferentes funções no Palestra.

01 - Fonte: Opta - Fonte: Opta
Scarpa é primordial para o time do Palmeiras
Imagem: Fonte: Opta

Vem jogando como um ''falso ponta'' quando Raphael Veiga é titular. Volta marcando pelo lado esquerdo do meio-campo, mas com a bola ganha liberdade de circulação para o meio. Geralmente se coloca entre o lateral-direito e o zagueiro-central adversário, no ''meio-espaço'', e dali dialoga com Piquerez, Veiga e Rony de forma mais próxima.

Certamente outros clubes brasileiros já estão atentos ao desenrolar da negociação entre Gustavo Scarpa e Palmeiras. Perdê-lo para um rival nacional com capacidade de pagar o salário que ele deseja e oferecer o tempo de contrato que pretende não será nada legal para o alviverde. São 44 participações diretas em gols nas últimas duas temporadas. No mesmo período, com o meia em campo, o Palmeiras fez 142 tentos.

02 - Rodrigo Coutinho - Rodrigo Coutinho
Flutuando da esquerda pro meio, um dos movimentos e sua função na equipe atualmente
Imagem: Rodrigo Coutinho
03 - Rodrigo Coutinho - Rodrigo Coutinho
Compondo a linha de meio pela esquerda(destaque vermelho) no momento defensivo
Imagem: Rodrigo Coutinho

O técnico português sabe que pode contar com Scarpa em pelo menos três funções diferentes do meio para frente. Já o escalou até como ala pela esquerda numa linha de cinco defensores. A torcida palestrina entende a importância dele, e não vai querer ver um atleta que conquistou oito títulos desde que chegou vestindo uma camisa concorrente.