PUBLICIDADE
Topo

Rodrigo Coutinho

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Coutinho: Eficiência e regularidade. Lucas Pires assume a lateral santista

Conteúdo exclusivo para assinantes
Rodrigo Coutinho

Rodrigo Coutinho é jornalista e analista de desempenho. Acredita que é possível abordar o futebol de forma aprofundada e com linguagem acessível a todos.

Colunista do UOL

05/03/2022 04h00

Dizer que o Santos é um dos clubes que mais revelam jogadores no futebol brasileiro tornou-se redundante. A temporada de 2022 começou e a rotina segue a mesma. Desta vez o lateral-esquerdo Lucas Pires é quem vem chamando a atenção entre os que subiram recentemente da base. Parece que atua há anos no time principal.

Lucas foi um dos destaques do time vice-campeão da Copa São Paulo para o Palmeiras, no último mês de janeiro. Com a idade estourada para atuar no time-Sub-20 em 2022, subiu para ser reserva de Felipe Jonatan inicialmente. Mas foi titular em cinco dos dez jogos do Peixe na temporada, e entrou em outros três.

A má fase de Felipe e o aproveitamento dele no meio-campo em alguns momentos, abriram a brecha que o jovem de 20 anos precisava. Com direito a duas assistências em cruzamentos muito precisos e mais segurança defensiva em relação a seu ''rival'' na disputa por posição, ganhou sequência.

01 - Fonte: Opta - Fonte: Opta
Números de Lucas Pires em 2022
Imagem: Fonte: Opta

A principal característica de Lucas Pires é a qualidade da batida na bola. É um lateral que auxilia bastante na construção, geralmente atacando mais aberto, mas com boa leitura do momento do jogo, principalmente pela pouca experiência que tem. Consegue acelerar ou pausar as ações com eficiência.

Tem precisão nos cruzamentos, chutes de média distância, passes longos ou curtos, além de controle de bola e habilidade para se virar bem situações de pouco espaço. Não é um lateral rápido e precisa ganhar mais força física para competir num nível de exigência maior.

02 - Rodrigo Coutinho - Rodrigo Coutinho
Lucas Pires apertado diante do São Paulo, mas encontrando um passe em progressão para Lucas Braga. Reage muito bem em situações deste tipo
Imagem: Rodrigo Coutinho

Mesmo não sendo sua especialidade, não tem comprometido na parte defensiva, mantendo um bom posicionamento na última linha e dando agressividade nos combates quando a bola entra em seu setor. Certamente terá que evoluir ainda, mas apresenta uma amostragem inicial satisfatória nos profissionais.

Cabe lembrar que Lucas Pires fez basicamente toda a sua formação no Corinthians. Deixou o Parque São Jorge em março de 2001, e rumou para o Peixe. Chegou a disputar duas Copas São Paulo pelo Timão.

03 - Rodrigo Coutinho - Rodrigo Coutinho
Tem pressionado a bola com força quando esta entra em seu setor e mantido um bom posicionamento na última linha
Imagem: Rodrigo Coutinho

Jogadores que sobem aos profissionais com a ''idade estourada'' não costumam gerar tanto impacto e expectativa imediata, mas Lucas Pires vem subvertendo esta ordem. Certamente oscilará ao longo de 2022. A qualidade, porém, parece opinião unânime de quem o acompanha com atenção. Vale ficar de olho!