PUBLICIDADE
Topo

Rodrigo Coutinho

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Coutinho: Roger Guedes foi a melhor das contratações do Corinthians em 2021

Conteúdo exclusivo para assinantes
Rodrigo Coutinho

Rodrigo Coutinho é jornalista e analista de desempenho. Acredita que é possível abordar o futebol de forma aprofundada e com linguagem acessível a todos.

Colunista do UOL

04/12/2021 04h00

Não diminuiremos aqui as importâncias de Renato Augusto, Willian e Giuliano. Eles certamente conseguiram mais destaque em suas carreiras em comparação a Roger Guedes e são excelentes jogadores. Todos elevaram o patamar técnico corintiano, e nisso está grande parte da explicação da volta do clube para a Libertadores da América. O camisa 123 de cabelos descoloridos, porém, pode oferecer isso com mais regularidade e longo prazo.

A primeira parte da explicação é bem básica, a idade. Roger Guedes tem apenas 25 anos. Os demais já passaram da casa dos 30. Todos muito úteis, mas a sequência insana de jogos da temporada brasileira causou lesões e fez com que os desempenhos de Renato, Giuliano e Willian não pudessem alcançar o esperado em alguns momentos. Com o atacante revelado pelo Criciúma isso não aconteceu.

Em 2022 o ritmo frenético de jogos não será diferente, e contar com Roger novamente bem deve definir muito do que será a temporada do Timão. Com contrato assinado até 2025, tem muito pela frente com a camisa alvinegra. A rápida adaptação o encaminha para um lugar especial no coração da Fiel. Não será surpresa se o atacante se tornar ídolo dos torcedores num futuro próximo.

Desempenho para isso não tem faltado. Marcou sete gols e deu duas assistências em 18 jogos disputados pelo clube. Gera diretamente um gol a cada duas partidas. Sem contar a participação frequente em jogadas de perigo. Pediu a Sylvinho para jogar como ponta depois de ser escalado no centro do ataque em alguns momentos, e prova que partindo do lado esquerdo em direção a área é muito perigoso.

01 - Marcello Zambrana/AGIF - Marcello Zambrana/AGIF
Atacante de 1,82m e mobilidade. Com 46,6% de acerto é o 9º melhor finalizador do Brasileirão
Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Dentro do ataque posicional do Corinthians é certamente o jogador que mais tem liberdade para circular fora do setor, algo que atende o seu perfil inquieto em campo. Roger quer sempre a bola, busca se aproximar dela, e tem tentado equilibrar essa característica com o modelo implementado por Sylvinho na equipe.

Outra função em que encaixa muito bem é a de ''segundo atacante'' numa dupla com um centroavante mais fixo, mas isso ainda não aconteceu no Timão. Habilidade, ótima finalização, capacidade de leitura da melhor jogada em espaços reduzidos, e potência nos metros finais do campo. O Corinthians foi muito bem ao contratar Roger Guedes. Superou a concorrência de outros times e ganhou um jogador que pode ser marcante no clube.

Talvez as três temporadas em que passou na China tenham produzido um efeito de ''esquecimento'' do seu potencial para o futebol brasileiro. Mas Roger Guedes já se destacava nos profissionais do Criciúma antes mesmo dos 20 anos. Tanto que chamou a atenção do Palmeiras e ganhou um Brasileirão como titular no clube em 2016. Também teve uma breve e boa passagem pelo Atlético Mineiro antes de ir para Ásia.

Mesmo com só 18 jogos nesta edição de Brasileirão, está entre os dez melhores finalizadores do campeonato. Chega muito bem na área de arremate, tanto por baixo ou por cima, principalmente em cruzamentos endereçados ao segundo pau. O sucesso do Corinthians em 2022 passa muito pelo bom aproveitamento de Roger Guedes. Ele pode ser o cara mais decisivo da equipe.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL