Topo
REPORTAGEM

Felipão entra para o top-5 dos técnicos com mais vitórias na Libertadores

Felipão comanda o Athletico contra o Libertad, pelas oitavas da Libertadores Imagem: Robson Mafra/AGIF
só para assinantes
Rodolfo Rodrigues

Colunista do UOL

29/06/2022 12h47Atualizada em 29/06/2022 16h44

Com a vitória do Athletico-PR sobre o Libertad-PAR por 2 x 1, nessa terça-feira (28), o técnico Luiz Felipe Scolari chegou à marca de 44 vitórias pelas Libertadores como treinador, entrando no top-5 dos treinadores que mais venceram partidas na história do torneio, desde 1960.

Felipão, bicampeão da competição (1995 com o Grêmio e 1999 com o Palmeiras), venceu os três jogos que fez pelo Furacão nessa Libertadores 2022 — Libertad e Caracas-VEN na fase de grupos e novamente o Libertad, todos na Arena da Baixada.

Pelo Athletico-PR, o experiente treinador de 73 anos vem fazendo também uma ótima campanha. Em 14 jogos, foram 10 vitórias, 3 empates e apenas 1 derrota, para o Fluminense, na 6ª rodada do Brasileirão. O time de Scolari não perde há 12 jogos na temporada.

Entre os treinadores com mais vitórias na Libertadores, os recordistas são o colombiano Gabriel Ochoa Uribe, que dirigiu clubes de seu país entre 1960 e 1991, sendo três vezes vice-campeão com o América de Cali (1985, 1986 e 1987), e Renato Gaúcho, que em 2021 empatou com Ochoa Uribe, ambos com 50 vitórias.

Técnicos com mais vitórias na Libertadores (1960-2021):
50 - Gabriel Ochoa Uribe (Colômbia), 124 jogos
50 - Renato Gaúcho (Brasil), 83 jogos
45 - Luis Cubilla (Uruguai), 104 jogos
44 - Luiz Felipe Scolari (Brasil), 76 jogos
44 - Roque Máspoli (Uruguai), 95 jogos
44 - Carlos Bianchi (Argentina), 84 jogos
44 - Marcelo Gallardo (Argentina), 90 jogos
41 - Edgardo Bauza (Argentina), 106 jogos
40 - Ramón Díaz (Argentina), 86 jogs
38 - Cuca (Brasil), 61 jogos
37 Muricy Ramalho
36 Tite
36 Vanderlei Luxemburgo

Técnico brasileiro com mais jogos na história da competição, 82 jogos, Renato Gaúcho entrou na lista também dos treinadores brasileiros com mais finais de Libertadores na história, desde 1960, igualando os feitos de Felipão e Telê Santana. Renato tem a chance de ganhar seu segundo título, assim como Telê, Felipão, Lula e Paulo Autuori.

Técnicos com mais finais de Libertadores por clubes brasileiros:
3 - Luiz Felipe Scolari (95, 99, 00)
3 - Telê Santana (92, 93, 94)
[3] - Renato Gaúcho (08, 17, 21)
2 - Lula (62, 63)
2 - Paulo Autuori (97, 05)
2 - Antônio Lopes (98, 05)
2 - Muricy Ramalho (06, 11)
2 - Cuca (13, 20)
[2] - Abel Ferreira (20, 21)

Siga Rodolfo Rodrigues no Instagram

Siga Rodolfo Rodrigues no Twitter

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do informado inicialmente, Renato Gaúcho foi a três finais de Libertadores. A final de 2021 foi incluída no texto.

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Felipão entra para o top-5 dos técnicos com mais vitórias na Libertadores - UOL

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao UOL