PUBLICIDADE
Topo

Rodolfo Rodrigues

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

40 anos: Felipão é o técnico há mais tempo dirigindo clubes no Brasileirão

Felipão à beira do campo a estreia do comando do Athletico-PR, em jogo pela Copa do Brasil, na Arena da Baixada - Gabriel Machado/AGIF
Felipão à beira do campo a estreia do comando do Athletico-PR, em jogo pela Copa do Brasil, na Arena da Baixada Imagem: Gabriel Machado/AGIF
Conteúdo exclusivo para assinantes
Rodolfo Rodrigues

Rodolfo Rodrigues é apaixonado por números e estatísticas no futebol. Foi repórter do Lance!, editor da Placar e do prêmio Bola de Prata ESPN e é autor de dez livros sobre futebol.

Colunista do UOL

14/05/2022 04h00

O técnico Luiz Felipe Scolari, de 73 anos, vai voltar a dirigir um clube pelo Brasileirão neste sábado (14), quando comandará o Athletico Paranaense contra o Fluminense, no Raulino de Oliveira. Ao treinar o Furacão, Felipão completará 40 anos de Brasileirão, desde sua estreia pelo CSA, no dia 17 de janeiro de 1982.

Na história do Brasileirão, nenhum treinador ficou um intervalo tão grande entre a primeira e a última edição disputada. Felipão, que dirigiu o Grêmio em 2021, na campanha do rebaixamento, já era o recordista com 39 anos. Abel Braga, que comandou o Fluminense nas primeiras rodadas do Brasileirão desse ano, completou 37 anos — estreou em 1985 —, e igualou a marca de Vanderlei Luxemburgo (37 anos, entre 1983 e 2020) e Evaristo de Macedo (37 anos entre 1968 e 2005).

Campeão em 1996 pelo Grêmio e em 2018 pelo Palmeiras, Felipão vai para a sua 20ª edição de Brasileirão nesses 40 anos entre sua primeira e sua última edição disputada. Nesse período, o Athletico-PR será apenas o seu 6º título. Felipão dirigiu CSA, Brasil de Pelotas e Cruzeiro apenas uma vez e Grêmio e Palmeiras em 8 edições cada.

Técnicos com mais edições disputadas no Brasileirão (1959-2022):
27 - Vanderlei Luxemburgo (1983-2020)
26 - Abel Braga (1985-2022)
24 - Antônio Lopes (1982-2011)
23 - Emerson Leão (1987-2012)
21 - Evaristo de Macedo (1968-2005)
21 - Geninho (1987-2019)
20 - Luiz Felipe Scolari (1982-2022)
20 - Telê Santana (1969-1995)
19 - Ênio Andrade (1975-1995)
19 - Nelsinho Baptista (1986-2018)
19 - Valdyr Espinosa (1976-2008)
18 - Carlos Alberto Silva (1978-2000)
18 - Celso Roth (1997-2016)
18 - Cláudio Duarte (1978-2007)
18 - Jair Picerni (1981-2006)
18 - Levir Culpi (1986-2018)
18 - Muricy Ramalho (1996-2016)
18 - Rubens Minelli (1969-1997)

Com a volta de Felipão, o Brasileirão de 2022 terá novamente a participação de um ex-treinador campeão. Dos participantes da atual edição, os únicos eram Rogério Ceni (campeão com o Flamengo em 2020 e agora no São Paulo) e Abel Braga (campeão com o Flu em 2012, mas que já deixou o Tricolor carioca).

Na história do Brasileirão, Felipão é o 13º técnico com mais jogos (408) e mais vitórias na competição (169), podendo agora subir nas duas listas.

Técnicos com mais vitórias no Brasileirão (1959-2022):
350 - Vanderlei Luxemburgo
249 - Cuca
235 - Muricy Ramalho
217 - Abel Braga
204 - Renato Gaúcho
203 - Levir Culpi
201 - Celso Roth
188 - Antônio Lopes
187 - Telê Santana
182 - Leão
178 - Tite
173 - Dorival Júnior
169 - Felipão

Técnicos com mais jogos no Brasileirão (1959-2022):
774 - Vanderlei Luxemburgo
557 - Cuca
556 - Abel Braga
501 - Muricy Ramalho
495 - Antônio Lopes
489 - Celso Roth
474 - Renato Gaúcho
466 - Levir Culpi
454 - Geninho
429 - Telê Santana
424 - Dorival Júnior
421 - Leão
408 - Luiz Felipe Scolari

Siga Rodolfo Rodrigues no Instagram

Siga Rodolfo Rodrigues no Twitter