PUBLICIDADE
Topo

Rodolfo Rodrigues

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Brasil bate recorde de clubes nas quartas de final da Libertadores

Fred comemora gol do Fluminense contra o Cerro Porteño pela Libertadores - Thiago Ribeiro/AGIF
Fred comemora gol do Fluminense contra o Cerro Porteño pela Libertadores Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF
Conteúdo exclusivo para assinantes
Rodolfo Rodrigues

Rodolfo Rodrigues é apaixonado por números e estatísticas no futebol. Foi repórter do Lance!, editor da Placar e do prêmio Bola de Prata ESPN e é autor de dez livros sobre futebol.

Colunista do UOL

03/08/2021 21h22

Depois de Atlético-MG, São Paulo, Palmeiras e Flamengo, foi a vez de o Fluminense garantir sua vaga nas quartas de final da Libertadores 2021. Com a vitória por 1 x 0 sobre o Cerro Porteño-PAR nesta terça-feira (3), o tricolor vai pegar agora o Barcelona-EQU nas quartas.

Assim, com 5 classificados, o Brasil superou o recorde de 2009, 2010, 2012 e 2019, quando contou com 4 clubes nas quartas e se tornou o primeiro país com 5 representantes nessa fase da Libertadores. E poderia ter ainda mais um clube — o Internacional foi eliminado nos pênaltis, em casa, pelo Olimpia-PAR.

Pelo chaveamento da competição, poderemos ter ainda uma semifinal inédita com quatro clubes de um mesmo país na competição, todos brasileiros. Se o Flamengo passar pelo Olimpia-PAR, poderá pegar o Fluminense, caso ele passe pelo Barcelona-EQU. Do outro lado, o vencedor de Palmeiras e São Paulo poderá pegar o Atlético-MG, caso o Galo elimine o River Plate-ARG.

Nessa Libertadores 2021, outro fato curioso é o bom desempenho dos brasileiros diante dos argentinos. Em 4 mata-matas, os brasileiros venceram todos. Na terceira fase preliminar, o Santos eliminou o San Lorenzo. Nas oitavas de final, o São Paulo passou pelo Racing, o Atlético-MG pelo Boca Juniors e o Flamengo pelo Defensa y Justicia.

Contando a edição anterior, já são 6 vitórias seguidas de brasileiros sobre argentinos em mata-matas da Libertadores — o Santos passou pelo Boca e o Palmeiras pelo River na semifinal. País com dois finalistas em 2020 (Palmeiras e Santos), o Brasil poderá repetir a dose em 2021, igualando os anos de 2005 e 2006, quando viu as finais entre São Paulo (campeão) x Athletico Paranaense e Internacional (campeão) x São Paulo, respectivamente.

Por outro lado, a Argentina, país com mais títulos na competição (25 contra 20 dos brasileiros), terá apenas um representante nas quartas de final da Libertadores: o River Plate, que chega em sua quinta participação seguida nessa fase. Essa será a primeira vez que a Argentina terá apenas um time nas quartas da Libertadores desde 2011.

Países com mais representantes nas quartas de final da Libertadores desde 1989, quando essa fase passou a ser disputada:
5 - Brasil (2021 - São Paulo, Atlético-MG, Palmeiras, Flamengo e Fluminense)
4 - Brasil (2009 - Cruzeiro, Grêmio, Palmeiras e São Paulo)
4 - Brasil (2010 - Cruzeiro, Flamengo, Internacional e São Paulo)
4 - Brasil (2012 - Corinthians, Fluminense, Santos e Vasco)
4 - Argentina (2018 - Atlético Tucumán, Boca Juniors, Independiente e River Plate)
4 - Brasil (2019 - Flamengo, Grêmio, Internacional e Palmeiras)
3 - Brasil (2000 - Atlético-MG, Corinthians e Palmeiras)
3 - Argentina (2001 - Boca Juniors, River Plate e Rosario Central)
3 - Brasil (2001 - Cruzeiro, Palmeiras e Vasco)
3 - Brasil (2004 - Santos, São Caetano e São Paulo)
3 - Argentina (2005 - Banfield, Boca Juniors e River Plate)
3 - Brasil (2005 - Athletico-PR, Santos e São Paulo)
3 - Argentina (2006 - Estudiantes, River Plate e Vélez Sarsfield)
3 - Brasil (2008 - Fluminense, Santos e São Paulo)
3 - Argentina (2014 - Arsenal, Lanús e San Lorenzo)
3 - Argentina (2017 - Lanús, River Plate e San Lorenzo)
3 - Brasil (2017 - Botafogo, Grêmio e Santos)
3 - Brasil (2018 - Cruzeiro, Grêmio e Palmeiras)
3 - Argentina (2020 - Boca Juniors, Racing e River Plate)
3 - Brasil (2020 - Grêmio, Palmeiras e Santos)

Você pode me encontrar também no twitter (@rodolfo1975) ou no Instagram (futebol_em_numeros)

Errata: o texto foi atualizado
Diferente do que foi informado anteriormente, essa será a primeira vez que a Argentina terá apenas um time nas quartas da Libertadores desde 2011. O erro foi corrigido.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL