PUBLICIDADE
Topo

Depois de 10 anos, um goleiro volta a fazer gol de falta na Libertadores

O goleiro uruguaio Sebastián Viera fez um gol de falta pelo Junior Barranquilla-COL na vitória sobre o Barcelona-EQU na Libertadores 2020 - Reprodução/Junior Barranquilla
O goleiro uruguaio Sebastián Viera fez um gol de falta pelo Junior Barranquilla-COL na vitória sobre o Barcelona-EQU na Libertadores 2020 Imagem: Reprodução/Junior Barranquilla
Rodolfo Rodrigues

Rodolfo Rodrigues é apaixonado por números e estatísticas no futebol. Foi repórter do Lance!, editor da Placar e do prêmio Bola de Prata ESPN e é autor de dez livros sobre futebol.

18/09/2020 14h05

Depois de 10 anos, quando Rogério Ceni, pelo São Paulo, marcou contra o Once Caldas, a Libertadores viu um goleiro marcar um gol de falta na competição. Nessa quinta-feira, o uruguaio Sebastián Viera fez um dos gols na vitória do Junior Barranquilla, da Colômbia, por 2 x 1, sobre o Barcelona do Equador por 2 x 1 — o ex-palmeirense Borja fez o outro gol.

Sebastián Viera é agora o 14º goleiro a marcar um gol na Libertadores e o 5º a fazer de falta, depois de René Higuita, Rogério Ceni, do boliviano Hugo Suárez e Bruno, ex-Flamengo. Em 2016, o goleiro uruguaio fez também um gol pela Copa Sul-Americana, pelo Junior-COL, e repetiu agora o feito de Rogério Ceni, o único que havia marcado gol nas duas competições. Na carreira, Viera tem agora 8 gols (fez 6 no Campeonato Colombiano).

Goleiros com mais gols marcados na Libertadores (1960-2020):
14 - Rogério Ceni (São Paulo)
5 - René Higuita-COL (Atlético Nacional-COL)
4 - Danilo Aceval-PAR (Cerro Porteño-PAR)
2 - Chilavert-PAR (Vélez Sarsfield-ARG)
2 - Cristian Luccheti-ARG (Banfield-ARG)
1 - Bruno (Flamengo)
1 - Francovig-URU (Deportivo Táchira-VEN)
1 - Éver Almeida-PAR (Olimpia-PAR)
1 - Gustavo Munúa-URU (Nacional-URU)
1 - Hugo Suárez-BOL (Real Potosí-BOL)
1 - Jhonny Herrera-CHI (Universidad de Chile-CHI)
1 - Maurício Soría-BOL (Jorge Wilstermann-BOL)
1 - Miguel Ángel Ortiz-ARG (Montevideo Wanderers-URU)
[1] - Sebastián Viera-URU (Nacional-URU)

Maior artilheiro do São Paulo na Libertadores com 14 gols, ao lado de Luis Fabiano, e o brasileiro com mais jogos na história da competição sul-americana, com 90 partidas, Rogério Ceni é o goleiro recordista de gols na Libertadores. Entre 2004 e 2015, em nove edições, Ceni marcou 14 gols, sendo 8 deles de pênalti -- é o jogador com mais gols de pênalti na competição desde 1960. Em 2005, ano em que foi campeão, o ex-goleiro e hoje treinador do Fortaleza, marcou 5 gols. Em 2006 e 2013, anotou 3 gols em cada edição. Em 2004 foram 2 gols e em 2010 mais um anotado.

Em 2005, Rogério conseguiu ainda o recorde ao marcar 2 gols em uma única partida, na vitória por 4 x 0 sobre o Tigres, do México, no Morumbi, nas quartas de final. Nesse jogo, ainda desperdiçou uma cobrança de pênalti.

O colombiano René Higuita, campeão da Libertadores de 1989 e vice em 1995 pelo Atlético Nacional-COL, tem cinco gols na Libertadores, sendo 4 deles de pênalti. Em 1995, na semifinal contra o River Plate-ARG, anotou um golaço de falta. Em sua carreira, Higuita marcou 41 gols de falta.

O paraguaio Danilo Aceval, que atuou pelo Cerro Porteño-PAR, marcou 4 gols, dois deles em 1997 e dois em 1999. Outro paraguaio, o polêmico José Luis Chilavert, campeão da Libertadores de 1994 com o Vélez Sarsfield-ARG, marcou 2 gols na competição sul-americana, um deles de pênalti. Na carreira, Chilavert anotou 67 gols.

Na história da Libertadores, o primeiro goleiro a marcar um gol foi o argentino Miguel Ángel Ortiz, que fez um gol de pênalti pelo Montevideo Wanderers, do Uruguai, no empate fora de casa contra o Unión Huaral-PER, fora de casa, pela primeira fase. Falecido em 1995, Ortiz jogou depois no Brasil, pelo Atlético-MG (campeão mineiro em 1976) e Caxias.

Além de Rogério Ceni, outro brasileiro a marcar um gol na Libertadores foi Bruno, pelo Flamengo, em 2008. Naquele ano, fez um gol na vitória de 2 x 0 sobre o Coronel Bolognesi-PER na primeira fase no Maracanã. Pelo rubro-negro, Bruno marcou 4 gols até 2010, ano em que acabou preso por planejamento e participação no sequestro e assassinato de Eliza Samudio.

Goleiros com mais gols de falta na Libertadores (1960-2020):
6 - Rogério Ceni (São Paulo)
1 - Bruno (Flamengo)
1 - Hugo Suárez-BOL (Real Potosí-BOL)
1 - René Higuita-COL (Atlético Nacional-COL)
[1] - Sebastián Viera-URU (Nacional-URU)

Todos os gols de goleiro na história da Libertadores (1960-2020):

Você pode me encontrar também no twitter (@rodolfo1975) ou no Instagram (futebol_em_numeros)

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.