PUBLICIDADE
Topo

Gabriel Vaquer

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

SBT faz proposta para ter Nadine Basttos; Globo quer manter ex-árbitra

Nadine Bastos: comentarista de arbitragem está sendo disputada entre SBT e Globo - Reprodução/Fox Sports
Nadine Bastos: comentarista de arbitragem está sendo disputada entre SBT e Globo Imagem: Reprodução/Fox Sports
Gabriel Vaquer

Gabriel Vaquer cobre mídia esportiva desde 2014. No UOL Esporte, conta detalhes do evento onde seu time joga e onde seu profissional de TV esportiva favorito vai trabalhar.

14/04/2021 14h30

O SBT fez uma proposta para ter a comentarista de arbitragem Nadine Basttos, ex-árbitra da Fifa e primeira mulher a estar em uma final da Copa do Brasil em sua função. A intenção é tirar a profissional do Esporte da Globo, onde ela está desde agosto do ano passado.

A analista foi a primeira mulher a comentar arbitragem de forma fixa na TV brasileira. Atualmente, Nadine é o único nome feminino da "Central do Apito".

A coluna apurou que Nadine avisou aos seus chefes na Globo que teve essa conversa com o canal de Silvio Santos, que quer contar com os seus serviços porque sentiu a necessidade, desde a final da Libertadores 2020 em janeiro, que precisava de um nome para comentar polêmicas de arbitragem.

Hoje, a situação está indefinida. A Globo não pretende fazer grandes esforços para manter Nadine Basttos em seus quadros, mas gostaria que ela continuasse por um projeto de médio e longo prazo que tem para aumentar a presença feminina em transmissões de futebol.

Nadine faz parte dessa medida, que contou também no último ano com as contratações da narradora Renata Silveira e da comentarista Renata Mendonça. A semente dele começou com o acerto para contratar Ana Thaís Matos em 2019, hoje um dos principais nomes da Globo nas competições de futebol. A ideia é ter, em breve, um jogo transmitido apenas por mulheres.

No SBT, se a negociação avançar, Nadine teria uma vantagem importante: seria o nome titular das competições para falar de arbitragem. O canal fechou a compra da Libertadores e da Liga dos Campeões e está negociando de forma avançada a compra dos direitos de transmissão da Copa América 2021, que acontecerá em junho.

Um fato que azedou um pouco a relação de Nadine Basttos internamente no Grupo Globo foram as críticas que ela sofreu em janeiro, partindo de torcedores e até executivos do Flamengo, por conta de um erro em uma opinião durante o jogo entre Inter x Red Bull Bragantino.

Na oportunidade, Nadine disse que houve um toque de mão, que na interpretação de grande parte da torcida, não aconteceu. A ex-árbitra discutiu no Twitter e até apagou sua conta na rede social. A coluna apurou que não houve apoio interno claro após ataques mais sérios que a analista sofreu, incluindo até ameaças de morte.

A expectativa é que a questão seja resolvida ainda nesta semana. Procurada oficialmente pela coluna, a Globo diz apenas que "Nadine Basttos faz parte do Esporte da Globo". E, de fato, ainda faz, tanto que foi escalada para "Central do Apito" normalmente nesta semana. Hoje (14), por exemplo, ela participa da transmissão na Globo de América-RN x Cruzeiro, em exibição regionalizada para Minas Gerais.

Até sexta-feira (16), Nadine Basttos também vai atuar em outros jogos. No SporTV, ela fará Joinville x Atlético-GO na quinta (14) pela Copa do Brasil. No dia seguinte, está escalada para Caxias x Grêmio pelo Campeonato Gaúcho e Ponte Preta x Santos no Campeonato Paulista.

A coluna tentou falar com Nadine Basttos desde a última terça-feira (13), mas a ex-árbitra não respondeu aos contatos. Caso o faça, a reportagem será atualizada.