Estádio alagado e mais: como aumento do nível do mar afetaria o Brasil

Enquanto líderes e delegados estão reunidos em Dubai para Conferência das Nações Unidas sobre a Mudança do Clima, a COP28, uma projeção de como ficariam grandes cidades pelo mundo com aumento do nível do mar voltou à tona.

A pesquisa da ONG Climate Central, uma organização sem fins lucrativos sediada nos Estados Unidos, em parceria com a Universidade de Princeton, também dos EUA, e o Instituto Potsdam de Pesquisa de Impacto do Clima, da Alemanha, demonstra em imagens como 196 localidades sofreriam com as mudanças climáticas nos próximos 100 anos.

"As decisões tomadas na COP28 moldarão o futuro a longo prazo das cidades costeiras da Terra, incluindo Dubai", falou à CNN Benjamin Strauss, cientista-chefe e CEO da Climate Central, um dos autores do trabalho publicado em outubro de 2021 na revista científica "Environmental Research Letters".

O que é a projeção?

As projeções mostram o cenário de países comparando as temperaturas com aumentos de 1,5ºC e 3,0ºC se nada for feito para travar o aquecimento do planeta ou ser cumprido o Acordo de Paris, de 2015. A ONU (Organização das Nações Unidas) divulgou recentemente um relatório que mostrou que o planeta está a caminho de aquecer até 2,9ºC, segundo a CNN.

Este ano já está definido como o mais quente registrado, segundo relatório divulgado na última semana pela Organização Meteorológica Mundial.

Ainda conforme o estudo, as projeções indicam que as centenas de áreas, que abrigam atualmente cerca de um bilhão de pessoas, estão sob risco, segundo a BBC.

Como afeta o Brasil

Se o cenário de aumento até 2,9ºC se confirmar, poderá ser insuportável para zonas costeiras, países com baixa altitude e os pequenos Estados Insulares em todo o mundo, sobretudo no Pacífico e no Caribe. O Brasil não sairia ileso.

Continua após a publicidade

O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) registrou sua maior temperatura na história em novembro: 44,8ºC, na cidade de Araçuaí, em Minas Gerais.

Confira a seguir como ficariam quatro das cidades brasileiras que o estudo projeta aumento de nível do mar com 3ºC.

Rio de Janeiro

Projeção para região do Copacabana Palace, no Rio de Janeiro
Projeção para região do Copacabana Palace, no Rio de Janeiro Imagem: Climate Central

Santos

Projeção para a Ponta da Praia, em Santos, litoral de São Paulo
Projeção para a Ponta da Praia, em Santos, litoral de São Paulo Imagem: Climate Central
Continua após a publicidade

Salvador

Região do Elevador Lacerda, em Salvador
Região do Elevador Lacerda, em Salvador Imagem: Climate Change

Recife

Região do Estádio dos Aflitos, no Recife
Região do Estádio dos Aflitos, no Recife Imagem: Climate Change

*Com informações de matéria da BBC publicada em 15/10/2021

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes