PUBLICIDADE
Topo

Plural é um projeto colaborativo do UOL com coletivos independentes, de periferias e favelas para a produção de conteúdo original


Conversa de Portão #57: A ausência de pessoas negras no debate econômico

De Ecoa, em São Paulo

26/12/2021 06h00

A economia deveria garantir direitos básicos para a população e o debate orçamentário deveria estar intensamente relacionado à conquista e manutenção de direito, e à construção de uma sociedade, sobretudo da população mais vulnerável.

Esta é a opinião da jornalista Flávia Oliveira na conversa que teve com Semayat Oliveira sobre a falta de representatividade negra nos cenários econômico e político brasileiros. Este último episódio da série Feminismos, feito em parceria com a Fundação Rosa Luxemburgo, entrevista também a economista Thais Custódio para entender os impactos dessa ausência.

Flávia diz que no debate atual o governo está usando a política social como falso argumento para aumentar os gastos públicos. "Mas sabemos que são emendas parlamentares que oneram o Estado, é o despejar de dinheiro em vários eixos visando uma candidatura à reeleição do presidente. Isso aumenta a nossa fragilidade fiscal, sem a contrapartida do combate à pobreza e à miséria" (a partir de 13:28 do arquivo acima).

Thais Custódio diz que os negros ainda são poucos no debate, mas que aos poucos estão ocupando alguns espaços. "Estamos no caminho. Recentemente uma colega de faculdade acabou de ocupar um cargo no IFI, instituição fiscal que busca apurar transparência das contas públicas. A primeira vez que uma mulher preta assume esse lugar" (a partir de 40:46 do arquivo acima).

O Conversa de Portão é um podcast produzido pelo Nós, Mulheres da Periferia em parceria com UOL Plural, um projeto colaborativo do UOL com coletivos e veículos independentes. Novos episódios são publicados toda terça-feira. Este é o último episódio de 2021, eles voltarão a ser publicados no fim de janeiro de 2022, após um breve recesso da equipe do Nós.

Os podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts e em todas as plataformas de distribuição. Você pode ouvir Conversa de Portão, por exemplo, no Youtube, no Spotify e no Google Podcasts.