PUBLICIDADE
Topo

Fusão de R$ 250 bi entre FCA e PSA é alvo de investigação da União Europeia

Fusão entre PSA e FCA seria concluída apenas em 2021 - Divulgação
Fusão entre PSA e FCA seria concluída apenas em 2021
Imagem: Divulgação

Foo Yun Chee, Giulio Piovaccari

Da Reuters

12/06/2020 09h49

Resumo da notícia

  • Possível monopólio em segmento de vans compactas preocupa europeus
  • Empresas não ofereceram provas de que fusão é legal
  • Investigação deve durar pelo menos quatro meses

A Fiat Chrysler Automobiles (FCA) e a Peugeot Citroën (PSA) estão sendo investigadas pela União Europeia após se recusarem a oferecer garantias de sua fusão de US$ 50 bilhões (aproximadamente R$ 250 bilhões), afirmaram fontes ligadas ao assunto na última quarta-feira (10).

Fiat e PSA, que pretendem criar a quarta maior montadora de carros do mundo, foram avisadas na semana passada que a alta participação combinada no mercado de vans compactas causava preocupação para a lei de competitividade, afirmaram outras fontes à Reuters. ,

As companhias tinham até quarta-feira para oferecer garantias que provassem o contrário, mas não o fez. Isso resultará automaticamente em uma investigação de quatro meses por parte da Comissão Europeia após o fim da investigação preliminar em 17 de junho.

Autoridades da União Europeia, Fiat Chrysler e PSA não se pronunciaram sobre o assunto.

"É um acordo gigantesco e complicado, nós sabemos como as coisas funcionam e também sabíamos que um inquérito completo era uma das opções. O que, por sinal, não vai causar nenhum atraso no planejamento da fusão", afirmou uma das fontes.

Outra fonte disse que, se as autoridades da União Europeia tiverem alguma preocupação, deveriam listá-la. As empresas esperam finalizar o acordo no primeiro trimestre de 2021.