PUBLICIDADE
Topo

BMW estende joint-venture com Brilliance na China até 2028

<br>Edward Taylor

Em Frankfurt (Alemanha)

23/06/2014 08h34

A BMW anunciou nesta segunda-feira (23) que estendeu sua joint-venture com a Brilliance China Automotive Holdings até 2028, uma investida que, segundo analistas, ajudará ambas as companhias a continuar crescendo no maior mercado automotivo do mundo. A montadora sediada em Munique vem trabalhando com a Brilliance desde 2003.

Brilliance A3 SUV - Divulgação - Divulgação
Aliança permite que modelos como o A3, este SUV da Brilliance claramente inspirado no X3, sigam existindo.
Imagem: Divulgação

A BMW não quis comentar os detalhes da extensão de contrato entre as partes ou dizer se isso acarreta planos de expansão mais ambiciosos. A Brilliance China Automotive Holdings também não quis comentar.

"Ter uma parceira forte e visibilidade de longo prazo sobre a relação é muito importante para proteger a posição da BMW na China", disseram analistas da ISI Group em uma nota nesta segunda-feira.

Apesar de uma leve desaceleração no crescimento econômico nacional em 2013, o setor automotivo da China cresceu 15,7% para 17,9 milhões de veículos de passeio, segundo a Associação de Fabricantes de Automóveis da China.

A BMW busca vender 2 milhões de carros ou mais em 2014, após ter vendido um recorde de 1,96 milhão de carros em 2013. Dos 1,96 milhão de automóveis BMW e Mini vendidos em 2013, 20% foram comercializados na China.

A empresa alemã está ampliando suas operações chinesas pois deseja cortar sua dependência do vagaroso mercado europeu, que no ano passado respondeu por 44 por cento das vendas do grupo.