PUBLICIDADE
Topo

Carro de turistas despenca de penhasco na China, e mulher sobrevive; veja

Acidente acabou com uma pessoa ferida na China - Reprodução
Acidente acabou com uma pessoa ferida na China Imagem: Reprodução

Colaboração para o UOL, em Santos

03/08/2021 09h49

O que seria um passeio em família se transformou em tragédia em Xinjiang, na China. O veículo em que um grupo de familiares viajava despencou de um precipício e, apesar de alguns terem conseguido saltar a tempo, uma mulher ficou presa no banco do passageiro e ficou gravemente ferida.

O grupo estava viajando em um veículo pela Rodovia Duku, em Xianjiang, quando decidiu parar na beira de um penhasco para tirar fotos.

Um vídeo capturado por celular mostra toda a cena. É possível ver o motorista saindo primeiro do veículo, para observar o vale abaixo, bebericando calmamente uma bebida. De repente, o carro comece a se movimentar para a frente.

Ele começa a gritar e um menino abre a porta do banco de trás e sai, seguido rapidamente por uma mulher mais velha.

Uma mulher que estava no banco do passageiro, na frente, não consegue soltar o cinto de segurança e sair do veículo a tempo. O motorista tenta ajudá-la e também se esforça em segurar o veículo, mas o carro acaba despencando da beira do penhasco e desaparece de vista.

Os momentos finais do vídeo mostram os membros da família olhando com horror para baixo, enquanto testemunhas próximas se aglomeraram para ver o que aconteceu.

Segundo o Departamento de Gerenciamento de Emergências do Condado de Hejing, a passageiro presa dentro do carro sobreviveu à queda, mas sofreu graves lesões no quadril. Ainda não se sabe se houve uma falha no freio de mão do carro.

Mulher consegue saltar antes de carro que despencou do penhasco - Reprodução/Asiawire - Reprodução/Asiawire
Mulher que estava no banco de trás consegue saltar do carro em movimento
Imagem: Reprodução/Asiawire

Acidente em meio a lockdown

O acidente ocorre no momento em que a China suspende novamente muitas liberdades que tinham sido restabelecidas, enquanto milhões são forçados a voltar ao lockdown, em meio à ascensão da variante Delta do novo coronavírus.

Grandes cidades, incluindo Pequim, já testaram milhões de residentes enquanto isolavam complexos residenciais e colocavam contatos próximos em quarentena.

Autoridades da capital se reuniram e concordaram sobre a necessidade de "aumentar a vigilância, tomar estritas precauções e defender (a cidade) até a morte, sem poupar despesas", em comentários feitos pelo governo de Pequim.

A cidade cortou todas as conexões ferroviárias, rodoviárias e aéreas com áreas onde casos positivos de Covid foram relatados.

Os turistas também são barrados durante o pico da temporada de férias de verão, sendo permitida a entrada apenas de viajantes "essenciais" com testes de ácido nucleico negativos.

Os residentes foram instruídos a não sair "a menos que seja necessário".