PUBLICIDADE
Topo

Policial capota SUV de grávida que excedeu limite de velocidade nos EUA

Polícia capota SUV de grávida nos EUA - Reprodução
Polícia capota SUV de grávida nos EUA Imagem: Reprodução

Do UOL

Em São Paulo (SP)

10/06/2021 13h40

Uma mulher do estado norte-americano do Arkansas está processando a polícia local por negligência. Grávida, ela teve seu veículo capotado em abordagem de oficiais após trafegar acima do limite de velocidade em ma estrada.

Nicole Harper havia recebido ordens para encostar o veículo. Porém, após acender as luzes de alerta e dois minutos após receber a ordem, ela foi tocada na conhecida manobra PIT, quando o carro atrás bate propositalmente na traseira do veículo à frente para rodá-lo. No entanto, devido ao fato de o local ter muros próximos à estrada, ela acabou capotando.

O responsável pelo acidente foi o policial estadual sênior Rodney Dunn. Sua conduta foi gravada pela câmera instalada em sua viatura. Agora, a mulher - que não teve problemas em sua gestação devido ao acidente - quer processar a polícia estadual do Arkansas.

"Na minha cabeça, eu ia perder o bebê", disse Harper à Fox.

O microfone corporal de Dunn o gravou conversando com Harper após o acidente.

"Por que você não parou?" Dunn questionou.

"Porque eu não achei que fosse seguro", disse Harper. Dunn respondeu: "Bem, é assim que isso acabou". Harper continuou: "Achei que seria seguro esperar até a saída". Dunn disse: "não, senhora, pare quando a polícia a parar."

O processo usa o vídeo da câmera do policial, argumentando que a mulher sinalizou que iria parar.

"É isso que você faz, você desacelera, você coloca o pisca e dirige para um lugar seguro", explicou Harper.

Confira o acidente: