PUBLICIDADE
Topo

'Lobo em pele de cordeiro' da GM mexido pela McLaren é vendido por fortuna

Buick GNX 1987 - Divulgação
Buick GNX 1987 Imagem: Divulgação

Do UOL

Em São Paulo (SP)

17/05/2021 16h03

Um carro com uma das histórias mais interessantes da indústria automotiva foi vendido em um leilão por US$ 205 mil (cerca de R$ 1,07 milhão na cotação atual) recentemente - segundo valor mais alto para o modelo. Ele é o Buick GNX 1987, conhecido por ser um dos carros mais potentes de sua época.

Evolução do Buick Grand National, ele tinha um motor V6 turbo de 3.8 litros que oficialmente tinha 280 cv e 49,8 kgfm. Entretanto, o carro produzia muito mais potência, fazendo com que se tornasse um dos mais velozes de sua época. Seu 0 a 100 km/h era feito em 4,6 segundos, o que o fazia ser mais rápido que muitos carros esportivos.

Feito em colaboração com a McLaren, o modelo teve apenas 547 unidades produzidas. Sua idealização ocorreu após a General Motors, dona da Buick, decidir encerrar a produção do modelo para 1988.

O motivo era o fato de o modelo ter mais potência que o Chevrolet Corvette, principal carro esportivo da fabricante. Assim, as unidades do Buick GNX 1987 foram enviadas à filial norte-americana da McLaren Performance Technologies para receber otimizações - não só no motor, mas também na suspensão - como uma espécie de presente de despedida.

Por isso, até hoje se diz que os 280 cv declarados do modelo são muito mais, já que segundo a revista Car And Driver o carro era apenas 0s1 mais lento no 0 a 100 km/h que um Porsche 911 da época.