PUBLICIDADE
Topo

Benê Gomes

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Mercedes Actros: testamos caminhão tecnológico que parece um 'Transformer'

Conteúdo exclusivo para assinantes
Benê Gomes

Jornalista e produtor de TV, desde 2001 atua como profissional especializado no segmento automotivo. Assina o boletim diário Sexta Marcha, da Rádio Transcontinental FM de SP, dirige e apresenta o_ _Programa Momento Vox – BAND SP. É diretor da Onze Produções, produtora de vídeo e conteúdo digital, e é o idealizador do Programa Auto+, onde atuou por 15 anos

Colunista do UOL

31/10/2021 04h00

O ano de 2021 é simbólico para Mercedes-Benz do Brasil, pois está comemorando 65 anos de presença no país. E uma das surpresas para comemorar a data veio com uma versão especial limitada do novo Actros, batizada de Coração Estradeiro. Cheia de exclusividades visuais e um pacote de equipamentos recheado, a série terá apenas 65 unidades produzidas.

No Brasil, a linha Actros conta com seis versões, duas opções de motor com potências entre 450 e 530 cavalos, e a transmissão é automatizada de 12 velocidades.

  • O UOL Carros agora está no TikTok! Acompanhe vídeos divertidos, lançamentos e curiosidades sobre o universo automotivo.

Lançado em 2019, o novo Actros produzido aqui começou a ser entregue efetivamente aos primeiros compradores em julho de 2020 e fechou a conta do ano com 637 unidades emplacadas. Um bom número para um veículo com valor na casa dos R$ 800 mil e que já no início de 2021 - mesmo com o cenário difícil - conseguiu ultrapassar as mil unidades comercializadas.

O novo Actros é um modelo de superlativos quando a questão é a capacidade para o trabalho, mas sua maior força de divulgação vem sendo a alta dose de tecnologia, a ponto de ser tratado pela marca com o primeiro caminhão digital do país.

Na linha de frente está a Mirror Cam, sistema que traz câmeras no lugar dos tradicionais retrovisores externos e ponto de partida para quem toma contato com ele pela primeira vez. Afinal, é muito curioso saber, na prática, como é ter o apoio de imagens de câmeras no lugar dos espelhos.

Talvez o mais estranho mesmo seja o fato de o conjunto vir instalado dentro da cabina, nas colunas dianteiras. Porque no mais, o desenho é exatamente igual e as telas de 15 polegadas têm alta resolução, o que garante visualização muito eficiente de tudo o que acontece do lado de fora, inclusive em situações de neblina, chuva ou à noite.

Sem esquecer que ainda trazem recursos exclusivos, com diferentes ângulos de visão, linhas e alertas para ajudar nas manobras. Experimentei num longo trecho de rodovia e me senti absolutamente seguro, sem nenhuma dificuldade de adaptação.

Acrescente aí que, sem os retrovisores, a área externa fica mais limpa e reduz a resistência ao vento, o que exige menos esforço do motor e contribui diretamente para a redução do consumo de combustível. Legal também que o Mirror Cam pode funcionar como um sistema de câmeras de segurança quando o motorista estaciona à noite para dormir. Caso desconfie de algo, é possível ativar a tela para conferir se há alguém tentando mexer no caminhão.

Carro de passeio com recursos de condução semiautônoma

Ao volante, o novo Actros pode ser considerado como um bom carro de passeio, com ajustes finos para achar a melhor posição dirigir, seja pelo volante com ajuste de altura e profundidade, como pelo banco pneumático que acerta a altura ideal de acordo com o peso do motorista.

A partida do motor é por botão, tem painel de instrumentos 100% digital configurável e tela multimídia que parecem pequenos tablets na horizontal, conectividade completa com possibilidade de espelhamento do smartphone e acesso por toque aos diferentes comandos e configurações do caminhão.

Aliás, a cabina pode se considerada, conforme a situação, como uma sala de estar ou escritório, pois tem mesinha, geladeira, duas confortáveis camas de solteiro, muitos compartimentos para pequenos volumes, entradas USB e tomada 24V.

No quesito segurança, olha aí a gente falando novamente de recursos bem conhecidos dos carros de passeio. O novo Actros oferece alerta de ponto cego, assistente de fadiga, detector de pedestre com frenagem autônoma e, o cada vez mais popular, controlador de velocidade adaptativo (que permite determinar a velocidade e a distância do veículo a frente).

Mas nele, há um adicional: o recurso preditivo. Na prática, o sistema consegue fazer a leitura das condições da pista à frente, reconhecendo a topografia para entender se o caminhão vai precisar de força extra para encarar uma subida íngreme ou será preciso reduzir a velocidade para executar uma curva fechada.

Com essas informações, o sistema administra aceleração e as trocas de marcha, explora o freio motor, entre outros. O resultado é maior conforto e segurança para o motorista, além de valorosos benefícios, como a redução do desgaste de componentes do conjunto de freios e suspensão.

Já no momento de cuidar da manutenção do motorzão de seis cilindros em linha, ainda consegue proporcionar uma cena digna de "Transformers", algo diferente para quem não vive próximo da realidade dos caminhões extrapesados.

Bastam alguns toques nos botões de controle para ver a cabina ser basculada rapidamente e dar acesso ao coração do extrapesado Mercedes Actros. No meu caso, dirigi o Actros 2548, equipado com o motor OM 460 LA Bluetec de 13 litros, 480 cavalos de potência e 234 Kgfm de toque a 1.100 rpm. E, detalhe, com uma carga de 30 toneladas no implemento traseiro.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL