Conteúdo publicado há 1 mês

'Não me arrependo': Musas gastam de carro a mansão para brilhar no Carnaval

Desfilar como musa ou rainha no Carnaval de São Paulo em 2024 exigiu muito empenho para fazer bonito na passarela do samba e um alto investimento para ter looks deslumbrantes para os desfiles.

O UOL marcou presença nos dois dias de desfiles do Grupo Especial do Carnaval de São Paulo e ouviu de musas e rainhas que o custo médio para entrarem no Sambódromo do Anhembi foi de um carro — com algumas dizendo até ter gasto uma quantia próxima à de uma mansão.

"Uma mansão, amor"

Rainha de bateria da Rosas de Ouro, Ana Beatriz Godói não economizou nos gastos para pisar pela quinta vez e brilhar na passarela do samba. Ela entrou na avenida fantasiada como um sabiá cor-de-rosa. O look todo trabalhado em cristais e penas teve um custo de um carro.

"Um carro blindado, importado!", disse ela ao UOL, sobre o investimento na fantasia. Ela ainda afirmou, sem abrir em valores, que o custo todo do Carnaval 2024 foi de uma casa. "Uma mansão, amor".

"Não quero pena natural"

Carla Prata desfilou no Sambódromo do Anhembi como rainha de bateria da Acadêmicos do Tucuruvi pelo segundo ano seguido. A ex-bailarina do Faustão gastou na faixa dos R$ 50 mil para conseguir ter a fantasia com 800 penas artificiais.

É mais ou menos R$ 50 mil. É o valor das fantasias das rainhas. Não tem fantasia mais barato que isso não, viu. É mais ou menos esse valor.
Carla Prata

Continua após a publicidade

Gastos na faixa de R$ 100 mil

Carolina Arjonas, musa da Camisa Verde e Branco, estreou no Carnaval em 2024. Ela ficou conhecida como dona do "bumbum que desconcentra" nos ensaios técnicos em virtude da derrière de 113 centímetros.

Para desfilar, ela investiu R$ 50 mil para ter uma fantasia com penas de faisão, pedras, brilho e adereços banhado a ouro. "A fantasia oficial é uma média de R$ 50 a 60 mil. Sendo bem séria, eu queria muito estar no Carnaval. Então, não tem preço e acho que é isso que importa", disse.

Flora Favaretto desfilou na passarela do samba como musa da Independente Tricolor. A produtora de conteúdo do Onlyfans não economizou para realizar o sonho de pisar pela primeira vez no Sambódromo do Anhembi.

"Vamos jogar mais de R$ 15 mil na fantasia. Olha, eu fiz capa de revista referente ao Carnaval, fiz festa, fiz evento. Então, juntando o Carnaval todo, eu devo ter gasto mais de R$ 100 mil", conta.

Continua após a publicidade

Bruna Carlos, também musa da Independente, fez gastos "pés no chão" para a sua primeira vez no Carnaval. Ao todo, ela torrou R$ 8 mil na fantasia e R$ 20 mil com todo o evento, e já tem planos para desfilar em 2025.

Como é um projeto novo, optei em ser pé no chão. Foi a minha grande estreia e até então não conhecia muito bem o Carnaval. Considero que tudo foi aprendizado. O investimento foi baixo se comparado com outras musas. Optei por uma fantasia honesta, sem ostentação. Contratei uma equipe para me acompanhar, mas não exagerei...Não fiz loucuras pelo Carnaval. Desde o início a minha ideia era entrar no Carnaval para conhecer e no ano seguinte buscar um posto como destaque de chão. Bruna Carlos

Um carro?

Sabrina Rabanne entrou na passarela do samba pela quarta vez em 2024 — desta vez como musa da Barroca Zona Sul.

Continua após a publicidade

A vice-campeã do Miss Bumbum 2023 colocou o bumbum no seguro para o desfile e gastou alto para desfilar e participar dos ensaios da agremiação. "Investi um carro importado [ao todo]", destaca.

Sabrina Rabanne tem bumbum em seguro avaliado em R$ 1,5 milhão
Sabrina Rabanne tem bumbum em seguro avaliado em R$ 1,5 milhão Imagem: Jovi Marques/Splash

Janaina Prazeres, musa da Acadêmicos do Tatuapé, também gastou o valor de um automóvel para ter a fantasia toda trabalhada no azul, brilho, penas e cristais. "Foi um carrinho bem mais que popular", disse ela, que investiu R$ 100 mil em todo o Carnaval.

Não imaginava o tanto que eu ia investir. As pessoas que estão lá, elas esperam de você uma apresentação bonita... Investi um carrinho. Não é um trabalho único, não é um trabalho só seu. É um trabalho de uma equipe toda. É maquiador, é fotógrafo, é produtor. É muita gente.
Janaina Prazeres

Rosiane Pinheiro retornou ao Carnaval em 2024 como musa da Vai-Vai. Após 20 anos afastada do evento, a dançarina e atriz apostou num look todo prateado recheado de cristais e não economizou no investimento de sua imagem.

Continua após a publicidade

"Cada roupa que a gente põe para os ensaios custa caro também. Então, se for juntar tudo com a fantasia, acho que a gente deixou um carro muito bom. Gastei muito, mas não me arrependo porque depois de quase 20 anos, eu com quase 50 anos, vim como musa de uma grande escola respeitadíssima, no qual todos nós estamos envolvidos e queríamos respeito. Pra mim, é o ápice. Como o pessoal fala: 'zerei a vida'", afirma.

Bi Mejia, outra musa da Independente Tricolor, fez um investimento de R$ 60 mil para ter a oportunidade de entrar na avenida. Ela ficou satisfeita com o resultado, diz estar colhendo retornos e pretende gastar mais para desfilar no ano que vem.

"Meu investimento para entrar no Carnaval foi literalmente um carro. Perdi a conta de quantos profissionais passaram por mim nesse meio tempo, não apenas fotógrafos, mas filmaker, maquiador, assessor, contador, estilista. Minha empresa nunca trabalhou com um número tão grande de profissionais, além de gerar empregos minha empresa gerou propriedade. Aprendi no Carnaval que tem um momento que não se faz mais contas. Acontecem mudanças repentinas, imprevistos e outras necessidades. Tudo isso exige investimento de dinheiro, tempo, etc. Foi a minha estreia, um ano de muito aprendizado. Para o próximo Carnaval, quero mais destaque, uma fantasia ainda mais luxuosa e diferente. Minhas ambições são grandes, penso inclusive em desfilar na frente da bateria", declara.

Até um apartamento?

Natacha Horana viveu uma verdadeira maratona no Carnaval 2024.A bailarina, que desfila como musa pela Gaviões da Fiel e Vila Isabel, no RJ, investiu nada mais, nada menos do que R$ 200 mil para ter os desfiles dos seus sonhos.

Continua após a publicidade

Não só fantasia, né? Eu coloquei tudo. Coloquei locomoção, coloquei equipe, tem Rio de Janeiro também, que é outra cidade, é voo. Não só voo meu, é equipe, alimentação, cachê. Então, eu coloquei base aí, no mínimo, R$ 200 mil. Tem gente que gasta muito mais. Eu gasto tudo isso e mais ainda só pra trazer alegria e brilho na passarela.
Natacha Horana

Pepita fez a sua estreia como musa da Tom Maior em 2024. Ela, que desfilou como madrinha da Unidos de São Lucas e musa da Grande Rio, trouxe uma fantasia com muito brilho para a avenida, mas fez mistério sobre os gastos.

Foi um investimento bacana. De repente um apartamento, um carro popular. Aí fica no vento aí, entendeu? Mas ainda continuo dando leite e a fralda da criança. Ainda dá pra colocar as coisas em casa.
Pepita

Comparativo

Carro: um estudo da Data OLX Autos, de 2023, indica que o preço médio de um carro é de R$ 50.990 reais. Já um carro importado está saindo na faixa dos R$ 150 mil.

Continua após a publicidade

Apartamento: um imóvel em São Paulo de tamanho de 49 m² a 60 m² varia entre R$ 250 a R$ 500 mil, segundo dados da FipeZAP+.

Mansão: o custo de aquisição de uma mansão está, em média, acima do valor de R$ 500 mil, é o que indica os dados do FipeZAP+.

Deixe seu comentário

Só para assinantes