Conteúdo publicado há 2 meses

'Dói fazer': quem é a dançarina que desfilou pendurada pelos cabelos?

A dançarina Karine Magalhães, 26, se tornou o destaque do desfile da Porto da Pedra, na primeira noite de desfiles do grupo especial, no Rio de Janeiro, por entrar na avenida pendurada pelos cabelos.

O que ela disse

A circense desfilou pela comissão de frente da escola usando uma técnica chamada "suspensão capilar" — que significa ter o cabelo amarrado em um gancho.

Para ficar pendurada, ela revelou que uma argola de ferro é presa ao cabelo. Além disso, também foi adicionado uma peruca para igualar a peruca a cor do cabelo.

"Dói fazer suspensão capilar. Mas é normal. O volume do cabelo influencia. Eu tenho pouco cabelo. No meu caso é o ideal. O gancho da argila é amarrado ao meu cabelo. Me falaram que era incrível. E realmente foi. Eu adorei. A suspensão capilar vem do Circo há muito tempo. É muito bom ver essa magia circense invadindo a Avenida" afirmou ela, ao O Globo.

Natural de Manaus, Karine é membro da Escola Nacional de Circo, no Rio de Janeiro, há um ano e meio. A artista ainda confidencou ter aprendido a técnica há dois anos com a circense Vanessa Calado, do Circo de Soleil.

Foi a realização de um sonho. Espero voltar - comemorou a jovem.
Karine Magalhães

A circense levou dois meses para aprimorar a coreografia do desfile da Porto da Pedra.

Deixe seu comentário

Só para assinantes