Conteúdo publicado há 2 meses

Ex-testemunha de Jeová, musa da Tatuapé gastou R$ 300 mil em plásticas

Janaína Prazeres, que foi anunciada como a nova Musa da Bateria da Acadêmicos do Tatuapé, escola de samba da zona leste de São Paulo, tinha uma vida religiosa como testemunha de Jeová.

Clique aqui para comprar o ingresso do CarnaUOL

A modelo contou como sua saída da religião influenciou em sua nova rotina e como resultou em uma capa da Playboy, gastos com cirurgias plásticas e estreia na avenida.

Vivendo: "Em poucos anos eu vivi quase uma vida inteira. Foram muitos acontecimentos em um curto período de tempo, mas tem sido gosto desfrutar de cada segundo".

R$ 300 mil em procedimentos estéticos: "Me ver bonita me deixa mais animada, de bem com a vida. Por esse motivo, me submeter às cirurgias plásticas nunca foi um problema. Se tenho a possibilidade de melhorar fisicamente, vou atrás sem duvidar. A minha mente às vezes pede uma lipo e eu cuido disso rapidamente, a meta é ficar com a beleza dos sonhos".

Religião a salvou: "Eu sofria bullying por causa do meu corpo, era magra demais. Foi difícil para mim entender porque as pessoas eram tão ruins e a partir disso me conectei com o sobrenatural. Esse momento foi muito importante na minha vida".

Costumes e conflitos da religião: "Ao mesmo tempo que eu pensava nas minhas fotos, eu também era contra esses pensamentos. Achava que merecia ir para o inferno".

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes