PUBLICIDADE
Topo

Comitê do Rio recomenda Carnaval sem restrição no cenário atual da covid-19

Bloco Boi Tolo, no Rio, em 2020 - Fernanda Dias/UOL
Bloco Boi Tolo, no Rio, em 2020 Imagem: Fernanda Dias/UOL

Ane Cristina e Lola Ferreira

De Splash, em São Paulo e do UOL, no Rio

21/12/2021 14h36Atualizada em 21/12/2021 16h41

O CEEC (Comitê Científico de Enfrentamento à Covid-19) do Rio de Janeiro recomendou à prefeitura não estabelecer nenhuma restrição ao carnaval de 2022 no cenário atual. Os cientistas avaliam que o alto índice de vacinados na cidade — 80% da população total — e as evidências científicas disponíveis permitem que o planejamento da festa seja mantido.

A ata da reunião extraordinária do CEEC recomenda que a SMS (Secretaria Municipal de Saúde) não estabeleça, nesse momento, restrições específicas ao Carnaval. Ou seja, se os índices permanecerem similares aos de hoje, será exigido comprovante de vacinação para entrar na Marquês de Sapucaí e nas festas de clubes, e não haverá qualquer restrição aos blocos de rua — que desfilam em local aberto.

Na semana passada, o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), disse que "o Carnaval da [Marquês de] Sapucaí é algo garantido", e comparou a festa aos jogos em estádios de futebol, onde é cobrado o comprovante de vacinação para entrada e permanência.

Quanto ao Carnaval de rua, Paes afirmou que "não há qualquer possibilidade de controle daqueles que estarão participando das celebrações", o que exige uma análise mais detalhada.

"O CEEC fundamentado no cenário epidemiológico favorável (número de casos, número de casos internados, % de positividade de testes) com 80% da cobertura vacinal atual, na análise dos dados de todos os eventos com aglomeração no país e no Rio de Janeiro, e sustentado pelas evidências científicas disponíveis, recomenda a SMS que não estabeleça, nesse momento, nenhuma restrição à realização do carnaval carioca", diz a ata da reunião, compartilhada por Paes no Twitter.

Apesar dos apontamentos, caso o Carnaval seja realizado, valerão as medidas sanitárias protocoladas no momento da folia.