PUBLICIDADE
Topo

Rio de Janeiro

Sertanejo, funk, pagode e eletrônico marcam 3º dia do Carnaval dos Sonhos

DJ Alok se apresenta no Maracanã, no terceiro dia do evento que mistura diversos estilos musicais - Douglas Shineidr/UOL
DJ Alok se apresenta no Maracanã, no terceiro dia do evento que mistura diversos estilos musicais Imagem: Douglas Shineidr/UOL

Marina Lang

Colaboração para o UOL, do Rio

13/02/2018 07h07

Variedade de estilos musicais foi a marca do terceiro e último dia do Rio Carnaval dos Sonhos, festival realizado no Maracanã, zona norte do Rio. A organização estima que 30 mil pessoas compareceram ao evento realizado na sexta (9), sábado (10) e segunda-feira (12), totalizando 19 atrações de diferentes gêneros musicais.

A noite de segunda começou com o público cantando pagodes do grupo Jeito Moleque, que trouxe clássicos como "Eu Nunca Amei Assim" e "Hoje a Noite é Nossa".

Dupla sertaneja Jorge & Mateus se apresenta no Maracanã, no terceiro dia do evento que mistura diversos estilos musicais - Douglas Shineidr/UOL - Douglas Shineidr/UOL
Dupla sertaneja Jorge & Mateus se apresenta no Maracanã
Imagem: Douglas Shineidr/UOL

Na sequência, MC G15, único carioca da noite, trouxe o funk rebolativo para a pista. Fãs entoaram os hits do artista, que incorporou "samples" de outros funkeiros. Não faltou a faixa "Permanecer" --feita em parceria com o cantor sertanejo Lucas Lucco-- e a execução de "Vai, Malandra", da funkeira Anitta, em sua versão original.

Os sertanejos da dupla Jorge & Mateus deram a continuidade com duas horas de show,  para alegria dos muitos fãs da dupla presentes no local. "Contrato", atual hit da banda, era uma das faixas mais esperadas. "Sosseguei" e "O Que é Que Tem" evocaram o clima de romance da noite.

A música eletrônica veio em seguida com o DJ e produtor Alok. No repertório, ele trouxe músicas próprias e mash-ups (versão de faixas de outros artistas com criações musicais autorais, numa espécie de colagem musical), que botaram o Maracanã para dançar. Em um set de aproximadamente uma hora, Alok deixou a pista sob pedidos para que continuasse a tocar.

O trio Make U Sweat entrou na sequência, numa mistura sonora que variou de Raimundos a Daft Punk.