PUBLICIDADE
Topo

Rio de Janeiro

Raça Negra, Michael Jackson e Cazuza: conheça os blocos temáticos do Rio

Bloco novato lotou ensaios no pré-carnaval e promete desfile oficial animado  - Divulgação
Bloco novato lotou ensaios no pré-carnaval e promete desfile oficial animado Imagem: Divulgação

Lola Ferreira

Colaboração para o UOL, no Rio

09/02/2018 04h00

Nem só de samba vive o Carnaval. E no Rio de Janeiro, a cada ano surge uma novidade de ritmo para animar os quatro dias de folia. Neste ano, o bloco “Que Pena, Amor!” faz sua estreia às 10h da segunda-feira de Carnaval no Buraco do Lume, no centro do Rio de Janeiro. No repertório, clássicos do grupo Raça Negra, que voltou a cair no gosto da juventude carioca nos últimos anos, embalam os foliões.

“Afinal, com tantos blocos homenageando diversas bandas, inclusive estrangeiras, por que não exaltar o Raça Negra, a maior banda dos anos 90?”, questiona Rodrigo Dutra, um dos 54 componentes do bloco.

No pré-carnaval, os ensaios do Que Pena, Amor lotaram e a previsão é de milhares de pessoas no desfile oficial. A organização atribui o sucesso à memória afetiva de quem curte o Carnaval.

“Quem não teve uma história marcada com uma música do Raça-Negra? Inclusive nossos integrantes e público são, em geral, jovens que viveram o auge da banda na adolescência. Alguns foram para outros gêneros musicais, mas quando toca Raça Negra a memória afetiva toca no fundo e solta a voz, não tem jeito”, ressalta Rodrigo.

Além do novato e potente Que Pena, Amor, outros blocos temáticos atraem os foliões. Na Praça Barão de Drummond, em Vila Isabel, na zona norte do Rio, o Thriller Elétrico faz seu quinto desfile. A partir das 9h do domingo de Carnaval, o público se diverte ao som de clássicos de Michael Jackson, mas com uma pegada brasileira. Jaqueline Vasconcelos, da organização do bloco, credita o sucesso ao homenageado.

“Ele influenciou uma gama de artistas que dominam a cena musical hoje. Unir isso aos ritmos nacionais, ao rock, ao pop, provoca uma explosão de identificação e surpresa para quem ouve pela primeira vez. Promovemos um encontro afetivo”, aponta.

Bloco homenageia Michael Jackson e atrai fãs e sósias do cantor - Eduardo Moraes e Maurício Code - Eduardo Moraes e Maurício Code
Bloco homenageia Michael Jackson e atrai fãs e sósias do cantor
Imagem: Eduardo Moraes e Maurício Code
Criado em 2013, o Thriller volta a se apresentar este ano após ficar fora das ruas em 2017. O motivo foi a falta de patrocínio, problema comum nos chamados blocos alternativos. Este ano, uma vaquinha online está ativa para arrecadar o valor necessário para o desfile.

“É caro colocar um bloco como o nosso na rua. O patrocínio é o grande garantidor da realização da festa. Sermos grandes fãs é a paixão que nos faz continuar nessa luta que tem se tornado, para todos os dirigentes, colocar o bloco na rua.”, ressalta.

Outros blocos temáticos também animam as ruas da cidade durante o Carnaval. No sábado, o bloco Truque do Desejo também exalta clássicos do pagode que fizeram sucesso na década 1990. O desfile acontece no quiosque Zeronove, no Aterro do Flamengo, a partir das 10h.

No mesmo horário, na praia de São Conrado, na zona sul, o New Kids on The Bloco relembra músicas das boy bands da década de 1990 em ritmo de Carnaval.

Na praia de Copacabana, o Bloco da Favorita convida MCs e cantores de funk para embalar a manhã dos foliões. O baile começa a partir das 8h.

Às 15h do sábado, a Terreirada Cearense se apresenta na Quinta da Boa Vista com novas versões de forró e música popular brasileira.

Ainda no sábado, o bloco RiR Pra Não Chorar homenageia o festival Rock in Rio e bandas clássicas que passaram em todas as edições. O desfile é a partir das 19h, no Posto 10 da praia do Recreio dos Bandeirantes.

A partir das 11h de domingo, o bloco Exagerado leva sucessos de Cazuza à praça Tiradentes, no centro do Rio. No mesmo local, Às 16h, o bloco Toca Rauuul! homenageia Raul Seixas.

A Marcha Nerd desfila às 14h na praça Xavier Brito, na Tijuca, também no domingo. No repertório, aberturas e trilhas de séries, filmes e desenhos. O bloco convida os foliões a se fantasiarem em homenagem a figuras do mundo nerd, como personagens de desenhos animados.

Na segunda-feira, o bloco Traz a Caçamba concentra a partir das 10h na rua Joaquim Silva, na Lapa. Pelo segundo ano, o grupo arrasta fãs do bloco Molejo ao som de sucessos como “Brincadeira de Criança” e “Cilada”.

O Sargento Pimenta desfila no Aterro do Flamengo com sucessos da banda inglesa Beatles. O bloco que virou tradição no Rio, a concentração começa às 10h.

Bloco em homenagem a Cazuza se apresenta no centro do Rio - Daniela Agostini - Daniela Agostini
Bloco em homenagem a Cazuza se apresenta no centro do Rio
Imagem: Daniela Agostini