PUBLICIDADE
Topo

Rio de Janeiro

Em cartaz, Lázaro Ramos "falta" a ensaio de escola que o homenageia

Ana Cora Lima

Do UOL, no Rio

04/02/2018 21h08

Festa pronta, feijoada no fogo e animação dos seus 500 componentes. A Império Ricardense preparou uma grande comemoração para o último ensaio neste domingo (4) antes do desfile pelo Grupo D no Intendente Magalhães, em Madureira, no dia 11. Enredo do Carnaval 2018, Lázaro Ramos era presença certa e esperada, mas o ator não apareceu alegando ter avisado que estava em cartaz no teatro.

"A gente não sabe direito o que aconteceu. Mais cedo, ele tinha confirmado a presença. Só que por volta das 18h, ligou dizendo que infelizmente não poderia vir. Acontece. O Lázaro tem sido maravilhoso e tem todo o nosso respeito", contou Alice Smith, membro da diretoria da agremiação.

"O Carnaval não é feito de astros e estrelas porque é uma festa do povão. Ele não veio? E daí? O importante somos nós que amamos a nossa escola. Vamos ensaiar como fazemos todos os domingos", explicou Sonia Nascimento.

Ensaio da Império Ricardense sem Lázaro Ramos - Marcelo de Jesus/UOL - Marcelo de Jesus/UOL
Nadir escolheu figurino para tirar foto com Lázaro Ramos
Imagem: Marcelo de Jesus/UOL

Moradoras vizinhas da quadra, localizada em frente à linha férrea do bairro que faz divisa com a Baixada Fluminense, as irmãs Nadir e Nadia Silva assumiram terem colocado os melhores figurinos na esperança de verem Lázaro Ramos, Tais Araújo e alguns amigos famosos do casal, mas estavam mesmo querendo se divertir.

"É uma pena. Já o vi uma vez aqui e queria até tirar outra foto com ele e com a Tais, mas o nosso principal motivo é ensaiar, ver os amigos e rebolar", entregou Nadia, a mais animada ao tirar fotos junto ao painel da escola.

Fundada em abril de 2015, a Império Ricardense foi campeã do Grupo E no ano passado e subiu para o D. O Carnaval de 2018 foi orçado entre R$ 70 mil e R$ 90 mil reais. Só no evento de hoje, por conta das presenças esperadas de Lázaro e Taís, foram gastos de R$ 5 mil a R$ 8 mil com limpeza, alimentação, segurança, som, atrações musicais e DJ. "Estamos um pouco chateados, claro. Caprichamos para fazer tudo bonitinho e eles não apareceram. É só lamentar", disse um diretor que pediu para não ser identificado.

Após a publicação da reportagem, Lázaro Ramos entrou em contato com o UOL e explicou sua ausência. "Fui avisado do ensaio da escola de samba e imediatamente informei a eles que estaria trabalhando com o espetáculo às 19h no teatro Imperator, no Méier, encerrando a temporada. Algum erro de comunicação aconteceu", justificou.