PUBLICIDADE

Topo

Conexão VivaBem

Dicas para ajudar a cuidar do corpo, da mente e da alimentação de forma descomplicada


Médico lista alguns erros que as pessoas cometem ao se exercitar no verão

Colaboração para VivaBem

26/01/2022 15h00

No verão, muita gente fica mais empolgada para praticar exercícios físicos —seja pela expectativa de cumprir as metas de Ano-Novo ou por estar de férias e ter mais tempo livre—, mas o forte calor pode se tornar uma barreira na hora de treinar.

No oitavo episódio da segunda temporada do Conexão VivaBem, atração apresentada por Mariana Ferrão que faz parte da programação do UOL no Verão, Gustavo Magliocca, médico do esporte da clínica Care Club, em São Paulo, e do Palmeiras, tira dúvidas e elenca os principais erros que as pessoas cometem ao praticar atividade física no verão.

  • Não se hidratar

O principal erro que as pessoas cometem é não se hidratar, principalmente em um cenário de dias quentes e úmidos ou quentes e secos, somada a grande exposição aos raios solares. "É a pior combinação possível", diz ele, ao comentar como o ambiente joga contra nesses casos e como as pessoas tendem a não querer combater isso.

  • Usar roupa escura

Segundo Magliocca, usar roupa escura no calor enquanto se exercita também é ruim, ainda mais se a pessoa não conseguir se hidratar adequadamente.

O médico comenta que, antigamente, as pessoas vestiam camiseta velha de algodão e saíam no calor para treinar, mas hoje em dia existem mais opções de vestuário com tecnologias que ajudam a proteger do calor excessivo, é o caso das roupas com proteção UV. "Se a roupa [com proteção UV] for de qualidade funciona bem", afirma.

  • Não se conhecer e correr com o tipo de calçado errado ou descalço

Dá para correr descalço na praia? Depende de alguns fatores, como a adaptação da pessoa, se é alguém acostumado a ir à praia, a se expor aquele ambiente. Um outro ponto é avaliar o tipo de pé do indivíduo, se é plano, cavo ou com arco normal.

O tipo de areia também é relevante. Se a areia for muito irregular, mole e fofa, talvez o melhor seja correr descalço. Se a areia for mais dura, plana, e o pé não afundar tanto, o mais indicado é usar o tênis.

Gustavo lembra que há várias opções de tênis e de fácil adaptação a diferentes ambientes. "Não tem por que ficar forçando, não tem por que não procurar, hoje tem tênis com placa, sem placa, tênis mole, mais duro. Você pode ter uma gama de produtos que trazem a mais próxima da sua necessidade". Segundo ele, o uso de tênis preserva a mecânica e ajuda a evitar lesões.

  • Ultrapassar os limites do corpo

O médico do esporte dá duas dicas: ir devagar e buscar ajuda profissional. Ele aconselha a não se inscrever nas provas mais difíceis logo de cara [no caso da corrida], mas ir fazendo de forma gradual, "subindo a escadinha da atividade física".

Para quem usa argumentos do tipo "mas é a minha vontade, é o desafio, é aquilo que me faz estar ativo", Gustavo recomenda: "Procure ajuda profissional para equilibrar isso para o teu corpo, não faça sozinho".

Toda semana, convidados especiais e especialistas vão conversar com a Mari sobre saúde, alimentação e equilíbrio mental de um jeito leve e divertido. Fique ligado em VivaBem e em nossas redes sociais para acompanhar toda a programação.

UOL no Verão 2022

Conexão VivaBem faz parte do UOL no Verão 2022, que até o fim de janeiro vai trazer uma série especial de programas em vídeo, exibidos no Canal UOL. Fique de olho em uol.com.br/uolnoverao/ e em nossas redes sociais para acompanhar toda a nossa programação até o fim de janeiro!