PUBLICIDADE

Topo

Vacina contra covid: 'Filômetro' de São Paulo apresenta falhas no 1º dia

16.jun.2016 - Fila para receber vacinação da UBS Cangaíba; unidade distribuiu senhas - Leonardo Martins/UOL
16.jun.2016 - Fila para receber vacinação da UBS Cangaíba; unidade distribuiu senhas Imagem: Leonardo Martins/UOL

Leonardo Martins, Lucas Borges Teixeira, Wanderley Preite Sobrinho e Nathan Lopes

Do UOL, em São Paulo

16/06/2021 17h36Atualizada em 16/06/2021 17h36

Nova plataforma da Prefeitura de São Paulo de monitoramento de filas da vacinação contra a covid-19 em UBSs (Unidades Básicas de Saúde), o "De Olho na Fila", batizado de "filômetro", registrou algumas falhas no primeiro dia de imunização para pessoas com 56 e 57 anos.

O UOL usou o site para ir a UBSs da região leste, oeste e central da cidade e encontrou filas em unidades onde, segundo a plataforma, não havia espera. À reportagem, alguns cidadãos também relataram que foram até postos que, no site, estavam registrados como "sem fila". Lá, encontraram dezenas de pessoas esperando pela vacina.

Houve também problemas de atualização. Às 11h35, a reportagem levantou dados a respeito dos 512 pontos de vacinação na cidade. Deles, 99 tinham a situação da fila atualizada nos 30 minutos anteriores.

Em 32 pontos de vacinação, porém, as atualizações eram anteriores às 10h de hoje. O mais desatualizado de todos era o drive-thru do shopping Jardim Sul, ajustado pela última vez às 8h14. Até as 11h35, não havia alteração. Ou seja, três horas e 21 minutos sem atualização.

Confira os dez pontos de vacinação mais desatualizados no "filômetro" às 11h35:

  1. Drive-thru do shopping Jardim Sul: 8h14
  2. UBS Vila Praia: 8h55
  3. UBS Indianópolis: 8h58
  4. UBS Teotônio Vilela: 9h00
  5. UBS Vila Guilhermina: 9h00
  6. UBS Água Rasa: 9h04
  7. UBS Jardim Santa Terezinha: 9h04
  8. UBS Jardim Guarani: 9h07
  9. UBS Jardim Umuarama: 9h10
  10. UBS Vila Campestre: 9h12

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde disse que "o sistema 'De Olho na Fila' tem como objetivo justamente auxiliar a população a evitar unidades que tenham maior procura". "Hoje, foi o primeiro dia de funcionamento do sistema e as atualizações têm início no período da manhã, após a abertura das UBS, às 7h, e, ao longo do dia, até o fim da tarde."

A prefeitura diz que, com o "filômetro", "é possível verificar o melhor momento para se vacinar, evitando eventuais aglomerações". Mas isso nem sempre se refletiu na realidade.

Também foi questionada sobre os problemas apontados na estreia do site, mas não respondeu até a última atualização deste texto. Assim que se comentar, seu pronunciamento será incluído no texto.

"Fila grande"?

Às 8h57, o "filômetro" dizia que o Centro de Saúde Escola Geraldo de Paula Souza, em Pinheiros, zona oeste, estava com "fila grande". A reportagem chegou ao local cerca de 40 minutos depois e encontrou apenas 17 pessoas na fila.

A autônoma Regina Aparecida da Silva, 56, se baseou na ferramenta e se deparou com fila na UBS Integrada Vila Carmosina, na zona leste, onde a ferramenta dizia que não havia.

"Olhei o site antes de sair de casa e estava sem fila. Quando cheguei, tem 35, 40 pessoas esperando. Daí fui para outra UBS", diz Regina, que conseguiu se vacinar no megaposto de vacinação FASM Itaquera, também na zona leste.

Alguns postos de saúde registraram longas filas na manhã de hoje. Para organizar a chegada e espera das pessoas, algumas unidades disponibilizaram senhas numéricas.

A ideia de escalonar os dias de vacinação das faixas etárias foi um pedido do prefeito paulistano, Ricardo Nunes (MDB), com a intenção de evitar aglomerações e falta de doses de vacina. Cerca de 1,5 milhão de pessoas devem ser vacinadas nesta faixa etária, segundo a gestão municipal.

Confira, abaixo, os dias de vacinação nesta semana para cada idade:

  • Hoje: 56 e 57 anos
  • Quinta-feira: 54 e 55 anos
  • Sexta-feira: 52 e 53 anos
  • Sábado: 50 e 51 anos
  • Segunda-feira: repescagem para pessoas entre 50 e 59 anos que não tomaram a vacina na última semana.

A prefeitura também ressalta que as pessoas devem levar à UBS, na hora de se vacinar, um documento com foto e um comprovante de residência. Para agilizar a aplicação da vacina, a pasta também recomenda que a população se cadastre no site Vacina Já, do governo de São Paulo.