PUBLICIDADE

Topo

VivaBem

Fiocruz explica critérios para reinfecção: intervalo de 90 dias e PCR

Do UOL, em São Paulo

10/12/2020 12h16

Depois da confirmação ontem do primeiro caso de reinfecção pelo novo coronavírus no Brasil, umas das pesquisadoras da Fiocruz revelou quais critérios estão sendo usados para confirmar os casos. Entre eles, estão o intervalo mínimo de 90 dias entre a primeira e a segunda infecção e resultados positivos do PCR, exame que identifica o vírus e confirma a covid-19, nos dois momentos.

"Um critério para definir a reinfecção é que o intervalo de tempo entre primeira infecção e a segunda não seja menor que 90 dias. Nesse caso a paciente teve um intervalo de 116 dias. Outro critério é que os resultados do PCR sejam positivos. E foram. Outro critério é o sequenciamento completo do genoma do coronavírus. Fizemos isso nos dois episódios e verificamos que os vírus pertencem a linhagens diferentes do coronavírus. Portanto, confirmando a reinfecção", Marilda Siqueira, chefe da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), em entrevista à GloboNews.

Ontem, a secretaria estadual de Saúde do Rio Grande do Norte confirmou o caso. A paciente de 37 anos mora em Natal e é profissional de saúde no Rio Grande do Norte e na Paraíba. Segundo a secretaria, o Cievs-RN (Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde do Rio Grande do Norte) recebeu a notificação de caso suspeito para reinfecção no dia 23 de outubro. A primeira infecção dela aconteceu em junho.

Ainda segundo a pesquisadora, embora ainda haja "lacunas de conhecimento", já que a doença é recente, casos de reinfecção não são frequentes.

"Estamos entendendo o processo de reinfecção. O que sabemos é que elas não são frequentes. É o que conhecemos. No entanto, precisamos de muito mais estudos em diferentes países para uma melhor compreensão dessa frequência. Faço parte de um grupo da OMS (Organização Mundial da Saúde) que está se reunindo para discutir casos de reinfecção detectados em diversos países. Até o momento, esses casos não são frequentes".

VivaBem