PUBLICIDADE

Topo

Conexão VivaBem

Saúde da mulher


Titi Müller: "Achei minha barriga estranha no início, mas depois sensual"

Do VivaBem, em São Paulo

06/08/2020 15h00

No Conexão VivaBem desta quinta-feira (6), Titi Muller revelou que no início da gestação chegou a estranhar seu corpo, mas com o passar dos meses achou sensual.

"No quarto mês eu engordei quase metade do que engordei a gestação inteira e é um período em que a barriga fica um pouco disforme, parece que você está meio com uma barriga de chope, que não fez cocô, uma barriga de pizza, é uma coisa super estranha. E é uma mudança muito radical no corpo, um dia acordei e meu mamilo estava muito mais escuro, outro dia olhei para minha perna e ela estava tomada de vasinhos, e aí fiquei um pouco desesperada, achando que nunca mais ia voltar", disse.

A apresentadora se lembrou do dia em que se pesou e, ao ver que tinha engordado cinco quilos em um mês, começou a chorar. "O Tomás entrou no banheiro e eu chorando, dizendo que não deveria ter tomado tanto achocolatado".

Em relação ao sexo, entretanto, as mudanças no seu corpo não influenciaram muito. "O Tomás foi muito legal, o tempo todo ficava falando que eu estava linda, que o meu peito estava lindo, que minha bunda estava linda, estava tudo lindo, me empoderando e no segundo semestre, mais para o final da gestação, eu estava me achando maravilhosa".

De acordo com ela, no fim da gravidez sua pele ficou um "espetáculo" e ela estava começou a achar sua barriga linda. "No fim, eu estagnei, não fiquei inchada nem um pouco, na verdade. Eu tive ressaca que me inchou muito mais que a gravidez. Eu não me senti muito estranha no meu corpo, por mais que a barriga fosse gigante, eu estava me sentindo muito bonita e até sensual. Não fossem as dores lombares, eu me sentia superssensual".

Corpo do pós-parto

Após o nascimento do filho, Titi conta que o corpo mudou bastante. "Estou olhando meu corpo e achando meio parecido com o corpo das minhas tias. Meu peito está enorme, o quadril deu uma outra abertura". Mas em relação a isso ela se diz desencanada. "Já tive bastante problema de autoimagem, passei por uma adolescência supercomplicada nesse sentido, agora estou relaxando. E o fato de que a gente estar no meio de uma pandemia está sendo ótimo nesse sentido, porque ninguém está me vendo mesmo. O Tomás não está nem me olhando, a gente está em cima do neném 24 horas por dia".

Titi contou que está recuperando o corpo aos poucos. Ela começou a fazer exercício para reforçar a lombar e fez mudanças na alimentação, para controlar refluxo e gases. "Essas coisas que não têm nem tanto fundamento científico, mas, na dúvida, a culpa de comer um cheesecake, um pudim é tão grande que prefiro não comer". Então, ela diminuiu o doce e o achocolatado, que tomou na gravidez inteira. "Estou sentido que dá uma desinchada, uma ajeitada aqui, mas totalmente sem pressa".