Topo

Como emagreci

Histórias inspiradoras de quem mudou a silhueta


Como emagreci

Falso magro, ele reduziu gordura corporal para 10% em 45 dias

Arquivo pessoal
Imagem: Arquivo pessoal

Priscila Carvalho

Do Uol Vivabem, em São Paulo

18/07/2019 04h00

Apesar de ser aparentemente magro, Marcus Vinícius Prado, 27 anos, descobriu que estava com o percentual de gordura corporal elevado e isso trazia riscos à sua saúde. Ele aceitou um desafio para mudar os hábitos por 45 dias e emagrecer. Abaixo, o médico conta como conseguiu

"Nunca tive grandes problemas com a balança e sempre fui de fazer atividade física. Mas, como sou médico e tenho um dia a dia muito agitado, no ano passado fiquei bem desleixado com os exercícios. Mesmo matriculado na academia, passei quase três meses sem treinar e 'ganhei' a famosa 'pochete' na barriga.

A motivação para voltar a malhar sério e perder alguns quilos surgiu quando soube que a Les Cinq Gym, local em que treinava, ia fazer um desafio de 45 dias para premiar os alunos que tivessem melhor resultado de perda de peso e definição corporal. Mesmo com a rotina bagunçada, aceitei a proposta para provar para mim mesmo que era capaz.

Arquivo pessoal
Imagem: Arquivo pessoal

Ao me avaliar, o treinador disse que, apesar de ter 76 kg, meu IMC (índice de massa corporal) estava dando sobrepeso e eu tinha 20,6% de gordura corporal, o que é acima do normal para a minha idade e já começa a trazer riscos à saúde.

Isso me deixou ainda mais focado e motivado a levar o desafio a sério, corrigir os hábitos ruins e acabar com a falta de regularidade nos treinos.

Assim, uma semana antes do início da 'competição', voltei a malhar para ganhar condicionamento e não me cansar quando a coisa começasse para valer.

Durante o desafio tentei mesclar as aulas ao máximo para não ficar entediado. Fiz muy thai, bicicleta, musculação e aeróbico. Eu malhava em torno de uma hora e meia quase todos os dias. Às vezes, ia para academia às 6h da manhã, pois me sentia bem mais motivado do que à noite.

Arquivo pessoal
Imagem: Arquivo pessoal

Como conseguia levantar tão cedo para fazer exercício mesmo cansado após um plantão? Eu não pensava muito, porque se pensasse não iria treinar e sabotaria todo o processo de mudança do meu corpo. Simplesmente levantava da cama e ia.

Também mudei o cardápio: cortei o refrigerante (que tomava muito e todos os dias) e reduzi o máximo que pude do consumo de fast-food. Eu comia muito hambúrguer, pizza e carboidratos ruins. Como era uma 'tentação' e gostava demais dessas besteiras, 'liberei' uma refeição por semana para comer o que eu quisesse.

Minha dieta passou a ser basicamente arroz integral, mandioca, batata-doce, legumes, verduras e boas fontes de proteína (carne, frango, peixe, ovo). Não tinha um cardápio tão específico ou mirabolante. Simplesmente comia coisas que todos nós sabemos que são saudáveis e quando tinha fome, sem essa regra de me alimentar de três em três horas.

Desenvolvi o hábito de comer devagar e isso me fez perceber que antes comia o dobro do que realmente precisava. Era tudo muito compulsivo e mal aproveitava o sabor dos alimentos.

No final do desafio, consegui reduzir minha gordura corporal para 10% e eliminar 5 kg. Foi surpreendente e realmente fiquei feliz com o resultado que vi na frente do espelho.

Percebo que ter um desafio foi um fator determinante para mudar meu corpo e meus hábitos. Agora, o foco é manter a rotina saudável e não descuidar do treino e da alimentação."

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do que informamos no título original, o personagem não perdeu 10% de gordura, mas sim 10 pontos percentuais -- uma redução de 20,6% para 10%.