PUBLICIDADE

Topo

VivaBem

Preocupado com sobrepeso da irmã, universitário cria chocolate com rúcula

Preocupado com o excesso de peso da irmã, o universitário Gustavo criou um creme de chocolate enriquecido com vegetais - Reprodução/Facebook
Preocupado com o excesso de peso da irmã, o universitário Gustavo criou um creme de chocolate enriquecido com vegetais Imagem: Reprodução/Facebook

Adriana Nogueira

Do UOL

18/05/2017 11h26

Incentivar a irmã caçula, na época com oito anos, a comer vegetais foi a motivação inicial para o universitário Gustavo Henrique Amaral Monteiro Rocha para desenvolver um doce que combinasse cacau com os nutrientes de frutas e verduras, que ela se recusava a comer.

Esse foi o pontapé inicial da Nutricandies, que hoje comercializa cremes de chocolate com quatro fórmulas diferentes: beterraba com banana, frutas cítricas, cenoura com castanha e rúcula com maçã.

“Minha irmã estava com sobrepeso e eu cursava o técnico em química na Instituto Federal de Goiás quando tive essa ideia. Juntei-me a uma professora para criar um doce que agregasse os nutrientes dos vegetais. Inicialmente pensamos em um cookie, mas acabamos fazendo o creme de chocolate”, conta Gustavo, que hoje está no terceiro período do curso de engenharia química da Universidade Federal de Goiás.

Cremes de chocolate com vegetais da marca Nutricandies, criada pelo estudante de engenharia química Gustavo Henrique Amaral Monteiro da Rocha - Reprodução/Facebook - Reprodução/Facebook
Alguns dos produtos da Nutricandies
Imagem: Reprodução/Facebook
Segundo Gustavo, os primeiros sabores desenvolvidos foram rúcula, couve e beterraba. “A rúcula, por exemplo, tem um sabor um pouco picante, por isso resolvemos juntá-la a outro vegetal, para suavizar.”

O universitário fala que, antes da comercialização, os cremes de chocolate passaram por uma análise sensorial com 400 pessoas, entre adultos e crianças. “Ninguém identificou o que havia no chocolate, falavam em achocolatado amargo, café.”

Por enquanto, os cremes da Nutricandie são vendidos, por meio do site da empresa, e entregues na região metropolitana de Goiânia, onde mora Gustavo, mas a ideia é expandir para todo o país. Em fevereiro, o negócio ficou entre as cinco melhores ideias, na categoria alimentos e agronegócios, do 100 Open Startups, levantamento anual que destaca as ideias mais atraentes para investidores.

No site da Nutricandies, a embalagem de 65g sai a partir de R$ 6, a depender do sabor escolhido. Há ainda versões com 150g e 200g, destinadas a elaboração de receitas. “Nossa ideia é investir na venda para mercados e lojas de produtos naturais”, diz Gustavo.
 

VivaBem