PUBLICIDADE

Topo

Tintim, cão com deficiência nas patas que foi abandonado, ganha novo lar

Tintim, o cão com deficiência nas patas que foi abandonado, ganha novo lar - Thales Ferreira/Prefeitura de São Leopoldo
Tintim, o cão com deficiência nas patas que foi abandonado, ganha novo lar Imagem: Thales Ferreira/Prefeitura de São Leopoldo

De Universa, em São Paulo

03/02/2020 13h52

A história do cachorro Tintim causou revolta e chamou a atenção de famosos como Tatá Werneck e Patrícia Pillar. Com deficiência nas patas dianteiras, ele foi abandonado duas vezes no mesmo dia, no mês passado, na cidade de São Leopoldo. A história, no entanto, teve um final feliz: a prefeitura da cidade divulgou que Tintim ganhou um novo lar.

Com a repercussão do caso, centenas de pessoas se candidataram a adotar o cachorro. Após um processo de entrevistas, a Sempa (Secretaria Municipal de Proteção Animal) de São Leopoldo decidiu que uma família da região metropolitana de Porto Alegre, que não teve a identidade revelada, passará a ter a guarda temporária do animal, até que haja definição permanente da adoção.

"Pela característica física do pet acrescentamos algumas perguntas ao questionário padrão de adoção, especialmente com relação ao piso da casa do adotante", destacou Anderson Ribeiro, secretário de Proteção Animal.

Campanha mobilizou novas adoções

A repercussão da história de Timtim criou uma onda de interessados na adoção, além de servir como um processo de conscientização e alerta para as pessoas refletirem sobre a adoção responsável.

Com o caso, a prefeitura de São Leopoldo deu visibilidade a outros animais que aguardam por um lar. A Campanha #somos6milTintins mobilizou a adoção por outros cães em situação parecida.

"A gente não quer que o Tintim simbolize abandono e sim conscientização. Dessa comoção veio a ideia. Por que não adotar o animal que está na sua rua?", explicou o titular da Sempa.

O mês de janeiro fechou com a adoção de 37 cães do canil, muitos com deficiência. Desde 2017 a Sempa contabiliza mais de 650 adoções responsáveis.

Fofuras