Topo

Diretor escolhe atriz não-binária para papel de jogadora trans em filme

Jaiyah Saelua, zagueira da Samoa Americana foi primeira jogadora trans a atuar por seleção masculina em partidas Fifa - Reprodução
Jaiyah Saelua, zagueira da Samoa Americana foi primeira jogadora trans a atuar por seleção masculina em partidas Fifa Imagem: Reprodução

De Universa, em São Paulo

14/11/2019 16h11

O diretor neozelandês Taika Waititi escolheu uma atriz de gênero não-binário para interpretar a primeira jogadora de futebol trans a disputar partidas Fifa por uma seleção masculina — no caso, as eliminatórias da Copa do Mundo de 2014 pela Samoa Americana.

O filme "Next Goal Wins" é inspirado em um documentário de 2014, de mesmo nome (na tradução para o português: "O próximo gol leva") sobre a campanha da seleção de Samoa Americana. Um dos destaques do time foi a zagueira Jaiyah Saelua, que será interpretada pela atriz Kaimana — o filme será a estreia da artista nas telonas.

O país, uma ilha em meio à Polinésia, na Oceania, reconhece tanto a jogadora como a atriz como "fa'afafine" (numa tradução livre seria algo como "forma de mulher"), tratada como um terceiro gênero.

Jaiyah nasceu Johnny Saelua e começou a jogar pela seleção masculina aos 14 anos. Enquanto jogador, ainda não tinha iniciado o tratamento hormonal e era considerada homem pela equipe, embora já se identificasse como mulher.

Waititi (Thor: Ragnarok) fez questão que quem interpretasse o papel também não se identificasse com o gênero de nascença: "Não havia como seguirmos por nenhum outro caminho", disse em entrevista à Variety.

"É parte da cultura e da vida muito bem aceita na Nova Zelândia e na Polinésia", continuou. "É bem inclusiva".

O filme também contará com artistas renomados no elenco, como Michael Fassbender e Elisabeth Moss. A história conta o processo de redenção do time de futebol masculino de Samoa Americana após a derrota para Samoa durante as eliminatórias para o Mundial e o fim do sonho de disputar a Copa em 2014.

Diversidade