Topo

Diversidade


Esta mulher branca se apaixonou por um negro e gerou debate sobre racismo

De Universa, em São Paulo

07/10/2019 13h18

A norte-americana Sarah Grace Emily pediu ajuda no Twitter para encontrar um "crush" que conheceu sem querer no último sábado, no estádio do Tennessee Volunteers, enquanto assistia ao jogo de futebol americano do time da casa contra o Georgia Bulldogs. A procura, porém, gerou um debate sobre racismo.

"Me ajudem a encontrar este homem que vi em um jogo de futebol. Quero marcar um encontro com ele", escreveu Sarah, que publicou três fotos do rapaz posicionado próximo a ela no estádio.

O que ela recebeu, no entanto, foram respostas de homens negros recusando o convite. "Sei lá, Sarah, geralmente não fazemos o seu tipo", ironizou um rapaz.

"Não, estou bem", debochou outro, que foi confundido por alguns seguidores como o torcedor apontado na foto.

Este homem foi mais direto e falou para a torcedora procurar brancos e deixar o rapaz com as "rainhas negras".

Este rapaz branco viu exagero nas reações ao tweet: "É rude. Queremos igualdade e odiaríamos se fizessem isso conosco ou contra qualquer um".

Até a "Gretchen" entrou na discussão (em forma de gif, claro).

Foi a porta de entrada para brasileiros participarem da história e explicarem o que é "palmitar" (gíria para criticar negros que preferem namorar brancas).

Mais Diversidade