Topo

Pais mantêm gênero de criança em segredo para evitar estereótipos; entenda

Nem os parentes mais próximos sabem se o bebê, identificado como Charlie, é menino ou menina - iStock
Nem os parentes mais próximos sabem se o bebê, identificado como Charlie, é menino ou menina Imagem: iStock

De Universa

17/09/2019 15h30

O casal Hobbit Humphrey e Jake England-Johns, que vive na Inglaterra, decidiu manter em segredo o gênero de seu primeiro bebê para evitar que a criança de um ano e meio sofra com estereótipos de gênero.

Em entrevista ao programa Inside Out, da BBC, eles disseram que familiares próximos não sabem se o bebê, que na reportagem é chamado de Charlie, é menina ou menino. A pedido dos pais, eles se referem à criança pelos pronomes they e them, que em inglês são neutros e substituem "ele" e "ela".

Um avô soube há alguns meses, quando trocou a fralda de Charlie, mas os pais se mantiveram firmes na decisão e pediram que ele ajudasse a manter o mistério e continuasse se referindo à criança de forma neutra.

"Quando falamos em gênero neutro, queremos dizer que devemos nos comportar de maneira neutra em relação à criança, e não torná-la neutra", disse Jake à BBC. "Nós só queremos que Charlie seja ele mesmo".

O pai disse que ele e Hobbit sempre ouvem pessoas perguntando sobre Charlie, mas que eles estão acostumados a explicar a decisão de não contar "por enquanto".

"Eventualmente, ele vai ouvir que rosa é cor de menina e azul é cor de menino, e que ele pode brincar com isso e não com aquilo. Estamos tentando protegê-lo disso", disse a mãe.

Hobbit disse, ainda, que a decisão não é definitiva. Em algum momento eles conversarão com Charlie e deixarão a criança decidir se quer se identificar com um dos dois gêneros e qual.

Mais Diversidade