Topo

Stalkeadas

Um olhar diferente sobre o que bomba nas redes sociais


Batom e pasta: Twitter relembra coisas estranhas que davam vontade de comer

Da Universa

14/07/2019 12h24

Quem nunca quis de dar uma mordida em algo obviamente não comestível só porque tinha um cheiro, um gostinho ou uma aparência boa? Desde massinha de modelar, passando pelas maquiagens e até a pasta de dente sabor morango ou tutti-frutti, toda criança já pensou que certos brinquedos e objetos pareciam muito apetitosos -- mas nem todo mundo pagou para ver o que aconteceria se, de fato, comesse aquilo.

Por isso, o Twitter acionou o modo nostalgia para lembrar de coisas da infância que davam vontade de comer, mas tinham plena consciência de que não ia dar certo:

A cor e a textura do álcool em gel e do sabonete de glicerina vermelhos são bem chamativas mesmo:

O hidratante labial com sabor da Avon não passou despercebido:

Assim como aquele gloss em formato -- e com gosto -- de morango:

A pasta de dente Tandy fez com que muitas crianças passassem a gostar de escovar os dentes três vezes por dia -- só que comê-la não dá muito certo:

Até ração para cachorro já fez o olho de muita criança se arregalar:

Nem a areia magnética, um hit na categoria "ASMR" do YouTube, escapou:

Quem nunca ficou curioso com o sabão de coco parado na lavanderia?

Mas fica um recado final: se não é comestível, não vale a pena a dor de barriga e o gosto ruim:

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Stalkeadas